Um livro sobre a memória do presente

O Clube de Mães do Cristal quis um livro contra o esquecimento. Registrar a memória do presente, com as pessoas, as práticas e lugares, como as vilas Foz Cavalhada e Nossa Senhora das Graças, que estão sendo deslocadas por conta de interesses imobiliários e grandes obras como o Barra Shopping Sul.

É um livro de imagens, captadas pela fotógrafa Fernanda Rechenberg. A Catarse, além de apoiar o projeto, fará o planejamento gráfico, diagramação do livro e registrou depoimentos de moradores, que acompanham algumas fotos, como este de Lena: “Um dia fui no Big comprar o som. De tarde paguei a última prestação e de noite veio o temporal e levou tudo, a casa toda. Seu Luiz queria se atirar atrás pra pegar o som. Foi tudo embora minhas coisas. Depois me endireitei, graças a Deus. Agora essa casinha aí ta louca pra cair de novo. Comprei essa maloca, que vai lá na beirinha do valão, bem lá na beirinha. Lá é meu quarto… Qué olhar? Dei minha carrocinha de cata-lata para comprar essa maloca, fiquei de a pé, cato lata a unha.”

O lançamento deve acontecer nos primeiros dias de novembro.

One thought on “Um livro sobre a memória do presente”

  1. Rever as coisas atraves de uma lente bifocal, o progresso e suas mordomias traz consigo o aterramento da humanidade. Me lembro dos dias de chuvas nos Alagados da primeira capital do Brasil, um menino enfrentando a chuva e a rua inundada para comprar o pão da casa e equilibrando em seus pequenos braços o pão, o guarda-chuva e o TROCO, pois este poderia ser seu se o pão, vivo, chegasse em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *