Um ano de outro olhar na TV

Em dezembro fez um ano do Outro Olhar, um espaço para as produções audiovisuais da sociedade no jornalismo da TV BRASIL. Com cerca de três minutos, o quadro vai ar no telejornal Repórter Brasil, às 21 horas. Os vídeos são de produtores independentes, pontos de cultura, grupos sociais e cidadãos comuns.

A Catarse foi o único coletivo audiovisual contratado para produzir especialmente para o quadro. Foram três séries de reportagens: homofobia, trabalhadores de canaviais e alternativas à indústria cultural. E ainda levou para a TV a história de resistência da família Silva, primeiro quilombo urbano reconhecido no Brasil.

Depois, a direção da TV desistiu de financiar a realização das matérias. Nesse período, a Catarse produziu uma reportagem sobre a criminalização dos movimentos sociais pelo Governo do Rio Grande do Sul e por parte do Ministério Público estadual. Um assunto urgente, grave, que dificilmente ou nunca tem espaço na mídia corporativa. A negociação também foi difícil, mas no fim a telejornal veiculou parte da reportagem que produzimos.

Hoje, o quadro exibirá um vídeo que fizemos sobre o assentamento de centenas de famílias de agricultores sem-terra na fazenda Southall, um latifúndio perdido no pampa gaúcho que agora vai produzir alimentos para sociedade e dignidade para as famílias assentadas.

No final de 2008 a TV Brasil exibiu uma retrospectiva sobre o primeiro ano do quadro Outro Olhar. A Catarse esteve presente com imagens das diversas matérias que realizamos e com os últimos dois depoimentos que encerram o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *