Na tenda de conveniências dos showrnalistas…


Nas lojas especializadas em perfumarias e de secos e molhados é possível encontrarmos os artigos mais consumidos pelos jornalistas Bundões: pózinho da mentira, fitinha da enrolação, salame para bundões, passarinhos empalhados, bonecos infláveis para fotocascata, falcões da verdade, spray da debilidade mental, maquetes da Vila Cruzeiro (depois do desarmamento bandido), cascatas artificiais (muitos modelos e marcas), chafariz do sorriso, colírios para cegueira, estátuas de réptis quelônios atacando pombinhas, kit fotocampana, postes tombados, águalândia e muitas outras perfumarias. Todos estes produtos podem ser encontrados na matriz (EUA) por preços mais acessíveis. Dependendo do valor da compra o cara recebe uma ficha de inscrição para o próximo Ari-gó. Com carteirinha do Sindicato dos Jornalistas ou de filiação à ARI (Associação Riogrande de Imprensa) é possível pechinchar. A mensalidade deve estar em dia. Ou é só encomendar ao Ô Bobama quando da próxima cobertura internacional da firma. Preferimos bonequinhas do Marilyn Monroe. Sem calcinha. E não fiquem rindo. É uma tragédia. Com a ”livre informação” da mídia corporativa temos um país sem cidadania. Tá tudo dominado.

E para o povo, Ó!


Dá-lhe W.U.
Leia mais no blog Ponto de Vista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *