14 anos do Massacre de Eldorado de Carajás

17 de abril de 1996
Município de Eldorado de Carajás
2 mil sem terra marcham na rodovia PA-150 por reforma agrária
Governador Almir Gabriel (PSDB) ordena desocupar a rodovia
Ação da Polícia Militar do Pará

19 trabalhadores rurais executados a sangue-frio
69 feridos
3 mortos dias depois
66 mutilados físicos
2 mil pessoas mutiladas na alma e na memória (palavras do jornalista Eric Nepomuceno)

144 incrimidados
2 condenados (coronel Mario Colares Pantoja e major José Maria Pereira Oliveira, da PM-PA)
Nenhum dos responsáveis está preso

A violência contra os sem-terra continua – Não saiu a Reforma Agrária

Do blog: Rede de Comunicadores pela Reforma Agrária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *