A Catarse também está na conservação da Mata Atlântica


Somos membros da Rede Juçara.
Junto com outras 14 instituições de RS, SC, RJ e SP, integramos um processo que visa a planejar o manejo sustentável da Palmeira Juçara.
Esta árvore que dá frutos como o açaí paraense e que se encontra entre as espécies palmiteiras e em estado de extinção.
Nosso papel será o de fazer a comunicação da rede, para dentro e para fora, e participar dos debates e discussões acerca das políticas públicas de conservação e recuperação daquilo que resta da Mata Atlântica.
Nessas áreas em questão, onde se quer migrar da derrubada da palmeira para extração do palmito para o processamento do fruto – mais nutritivo que o açaí paraense -, encontram-se comunidades quilombolas, indígenas e pequenos agricultores que sofrem com a ação de contrabandistas de palmito e com o pouco recurso disponível em áreas remotas.
Estamos, então, na reunião que irá até amanhã, dia 24, em Presidente Getúlio, Santa Catarina, no Vale do Itajaí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *