Dia da Juventude na África do Sul

Embora já tenha se passado uma semana, resgatamos aqui uma postagem publicada no site do Levante Popular da Juventude.


Desde 1976, o dia 16 de junho está marcado no calendário da África do Sul como o Dia da Juventude, quando ocorreu o Levante de Soweto. Nesta data, 10 mil estudantes negros saíram às ruas contra o sistema de ensino imposto pelo regime do Apartheid. O estopim da revolta foi a tentativa de estabelecer o africâner, dialeto dos brancos (num país com 85% de negros), como a língua padrão para o ensino nas escolas. Diante da massa de estudantes em protesto a tropa de choque abriu fogo.

Um dos atingidos foi Hector Pieterson, de apenas 12 anos, cuja morte foi difundida mundialmente na foto acima, tornando-se um dos símbolos de resistência à opressão branca durante os anos de segregação racial oficial. A partir desta data foram assassinados, no período de um ano, em torno de 700 jovens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: