Os Kayapós no encontro de culturas tradicionais

Vídeo da apresentação dos Kayapós no encontro de culturas tradicionais

Os Kayapó, ou Mebêngôkre, como preferem ser chamados, foram os responsáveis pelas atividades na Aldeia Multietinica, no encontro de culturas.

A Festa das Aves começa com o peixe e a tapioca. Alimento que Caciques, Guerreiros e crianças comem antes de dançar. “Agora vamos apagar aquele fogo com os pés, este é o momento mais perigoso da dança, pois alguém pode se queimar ou até morrer, mas precisamos pisar nas chamas para pegar o espírito”, explicou Akyaboro, apontando para o fogo nas palhas.

Os rituais dos Mebengôkrê seguem uma organização peculiar. Algumas danças são apenas para homens, outras para mulheres (como é o caso da dança do Jabuti). Existem ainda as danças mistas, que podem acontecer com índios e não índios. “A dança da mandioca é igual carnaval, todo mundo pode participar”, como explicou o Cacique Akyaboro.

De acordo com a tradição do grupo, cada vez uma família fica sendo a responsável por organizar as festividades. Durante a IV Aldeia Multiétinica foi a vez da família do Kayapó. Isaque, que contou com a ajuda do Cacique Ykaryrydjakray. A apresentação deste ano, teve a participação de cerca de 60 membros de três aldeias diferentes: Moikarakô, Kokraimoro e Ken pó.

O Cacique Akyaboro convidou os índios Paresi, Dessana e Guarani Kaiowá para apresentarem um pouco de suas culturas. Assim, etnia Paresi apresentou um ritual feito pela etnia na primeira menstruação das moças da Aldeia. Já os Dessana apresentaram uma dança de agradecimento pelas frutas. E finalmente os Guarani Kaiowá fizeram o ritual da festa do milho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *