Na beira do mar

Letra de Mateus/ Dadinho

Na beira do mar
chamarei Iemanjá

Zumbi, Ogum, Budum, Erum, Ilê
Alôu

No azul do mar
Clamarei, oh! Iemanjá

Olhai mãe santa, meu canto de dor

Feito em seu louvor

Iemanjá, Iemanjá, iê

Iemanjá escutai meu clamor

Iemanjá, aliviai minha dor

Ô, ô, ô…
Oh! Meu pai Xangô

Ô, ô, ô…
Minha mãe Iemanjá valha-me

Impossível não pensar nesta ligação, em nossa religiosidade. Mas todo respeito a Iemanjá, que já me devolveu do mar, quando eu fazia a viagem pro fundo das águas.

Um comentário em “Na beira do mar

  • 23/03/2011 em 12:44
    Permalink

    Lembro-me uma vez que, tentaste beber Cidreira mas, não conseguiste. Era muita agua!Grande abraço na turma toda da Katarse.Jairo Kologeski.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: