Marcha da Via Campesina em Porto Alegre

Uma marcha com mais de 3 mil pessoas pelas ruas de Porto Alegre encerrou a manifestação dos trabalhadores e trabalhadoras da Via Campesina no dia 19 de maio. Eles estavam acampados no pátio do Ministério da Fazenda desde a manhã do dia anterior. Na tarde de 19 de maio, eles partiram em marcha até o Palácio Piratini, onde realizaram um grande ato.

Os camponeses e as camponesas do MST, MAB e MPA pedem a renegociação das dívidas da agricultura familiar. No encontro com Tarso Genro, o governador se comprometeu com a vinda do ministro Gilberto Carvalho para um encontro com os trabalhadores. O Secretário-Geral da Presidência da República deve conhecer de perto o problema das dívidas dos pequenos agricultores do sul. O ministro foi designado pela presidente Dilma Rousseff para coordenador o grupo de trabalho que trata da questão das dívidas em Brasília.
Os pequenos agricultores e assentados do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e Movimento dos Sem Terra (MST), que integram a Via Campesina, devem permanecer mobilizados até que a pauta das famílias seja atendida.

reportagem: Bianca Costa
fonte: sítio do mst

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *