“Se alguém for preso tu morre!”

Denunciamos aqui no blog, há duas semanas, a ameaça de morte feita contra o advogado Onir Araújo, por sua atuação na defesa do jovem Hélder Santos, que precisou deixar o estado do RS após denunciar policiais em Jaguarão.

Hoje Onir recebeu novas ameaças:

“Ilmo. Sr. Dr. Secretário de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul.

Repasso, para conhecimento de Vossa Senhoria, carta recebida hoje em meu escritório em Porto Alegre, onde são reiteradas as ameaças de morte em decorrência de minha atuação, não só como profissional, mas, também, como integrante do Movimento Social Negro na defesa dos Direitos Territoriais étnicos e contra o racismo, em especial no que se refere ao caso do estudante Helder Santos, vítima de violência policial em Jaguarão, neste Estado, caso já de conhecimento de V. Senhoria e da Secretaria de Segurança. A Carta em si revela que é necessário que se leve a sério as solicitações feitas, anteriormente, de prisão preventiva dos militares envolvidos no episódio, bem como, que o Estado do Rio Grande do Sul se empenhe, efetivamente, em tomar as providências cabíveis, para que se estirpe da Corporação esses maus policiais, sob pena de todos nos tornarmos refens de um grupo que usurpa e deturpa o princípio Constitucional de Segurança Pública dos Cidadãos e do Estado Democrático de Direito.

Não me calarei e reitero que o que possa acontecer a mim ou familiares meus é de responsabilidade do Estado, pois, sem sombra de dúvida, as ameaças estão partindo de pessoas da Corporação retro citada.

Sem mais para o momento.
No aguardo de providências urgentes.

Onir de Araujo
GT-QUILOMBOLA MNU-RS”

Um comentário em ““Se alguém for preso tu morre!”

  • 01/07/2011 em 13:08
    Permalink

    E ainda fez questão de deixar claro que o COmando Geral Tá apoiando as ameaçãs !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: