Kaingangs fecham estrada por assistência à saúde e educação, enquanto mais uma criança guarani morre sem ter vivido em suas terras

Acabamos de receber esta mensagem da Rabeca, integrante do Centro Indigenista Missionário (CIMI): “Estamos comunicando que os Kaingang bloquearam estrada na RS 386, município de Estrela, e demais região do estado do RS. Eles reivindicam assistência à saúde, educação, entre outras. Favor comuniquem às demais empresas de comunicação. Apoiando a LUTA DESTE POVO GUERREIRO”.

Alguns dias atrás, Roberto, também do CIMI, denunciava: Sob as lonas pretas, mais uma criança Guarani Mbya morre sem ter vivido em sua terra.

No Rio Grande do Sul existiram 22 povos indígenas. A sociedade gaúcha e seus governos estão deixando se extinguir os irmãos indígenas das últimas duas etnias que ainda restam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *