Colhendo juçara na mata

Em fevereiro ocorreu a 3ª Festa da Juçara em Maquiné.
A Catarse esteve presente e conferiu a Oficina de Colheita. Nos 3 vídeos a seguir, é possível ver como se sobe na Palmeira, como são colhidos e preparados os frutos e, depois, a despolpa.

A juçara é uma palmeira típica da Mata Atlântica, ocorrendo em um território já diminuto, em áreas dos estados do RS, SC, PR, SP, RJ, MG e BA.
Está há um bom tempo na lista de espécies ameaçadas de extinção, em virtude de ser explorada historicamente para a extração do palmito – que mata a árvore. Exploração esta clandestina, diga-se de passagem.
Diferentemente de espécies como o Açaí (do norte) e a Pupunha, é típica das encostas densas resistentes da Mata Atlântica e tem seu desenvolvimento mais lento e delicado. É motivo, já há algum tempo, de uma mobilização que se articula como Rede Juçara, que agrega produtores familiares, comunidades tradicionais e outras instituições no entorno de sua preservação e de processos de sustentabilidade que gerem a migração da extração indiscriminada do palmito para a produção de polpa de juçara.
Mais informações é possível se conferir no site da Rede Juçara, desenvolvido pela Catarse, que se encontra em processo de reformulação para uma nova etapa do projeto da Rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *