hOje tEm ciNema da BIOdiveRSidade

Mostra de vídeos de ação direta: pensando a ação

Por que se faz uma ação direta? Quais são os diferentes tipos de ação direta? Por que escolher um e não outro? O que torna uma ação direta efetiva? São perguntas aparentemente simples, mas basta um grupo tentar respondê-las para se dar conta que, às vezes, as coisas mais difíceis de explicar são aquelas que todo mundo usa sem parar para pensar.
No dia 22 de maio, às 18h, no terraço do Diretório Acadêmico da Faculdade de Arquitetura da UFRGS (rua Sarmento Leite, 320), acontecerá o Cinema da Biodiversidade, parte da programação da Festa da Biodiversidade, com a atividade Pensando a ação, que exibirá vídeos de ações diretas de coletivos e movimentos de todo o mundo, acompanhados de uma reflexão coletiva sobre as perguntas acima e muitas outras: como fazer que uma ação não seja um ato isolado, mas faça parte de um processo ou campanha? Como equacionar diferentes níveis de experiência e confiança, garantindo ao mesmo tempo um máximo de efetividade e de participação? Que tipo de processo funciona com que tipo de ação? Como, usando da criatividade e da boa organização, atingir o máximo de efeito com um mínimo de recursos? Como usar as tecnologias de comunicação, a mídia corporativa e as redes sociais?
Entre os vídeos e campanhas discutidos, estarão exemplos tirados de movimentos de imigrantes, de trabalhadores precários, d@s indignad@s da Espanha, do Occupy, do Acampamento de Ação contra o Câmbio Climático e da campanha Art Not Oil da Inglaterra (contra o patrocínio de companhias de petróleo a instituições de arte), da luta do povo boliviano contra a multinacional Bechtel, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e do Levante Popular da Juventude.
Para instigar os ânimos, um pouquinho do que vamos assistir hoje!
Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *