Parada Livre 2018 precisa de apoio

Sem contar com recursos públicos desde 2017, este ano, com o tema RESISTIR PARA NÃO MORRER, seus organizadores estão solicitando apoio geral.

“Caros e caras amigas,

Me dirijo a vocês para tratar de uma questão muito importante referente à Parada Livre que está marcada para ocorrer dia 18 de novembro próximo. Como é de conhecimento, desde 2017 a Parada não vem recebendo apoio financeiro do poder público. O ano passado fizemos uma parceria e contrato com uma produtora privada que se responsabilizou para a captação dos recursos. O contrato previa dois anos (2017 e 2018). Dia 29 de outubro, 21 dias antes do evento, fomos surpreendidos pela produtora, que nos enviou um ofício informando que estavam declinando do contrato e não mais cumpririam com sua parte, responsável pela captação de recursos e responsável pela infraestrutura do evento (palco, som, gerador, trios, segurança, gradil, gazebos, banheiro químicos e PPCI). O custo desta estrutura fica em torno de R$ 30.000,00.

Temos um contrato firmado e vamos acionar a Justiça, mas como sabem no momento não teremos tempo para resolver de forma prática a situação posta. O coletivo de entidades se reuniu e decidiu que, em decorrência do cenário político que vivemos, principalmente da última disputa eleitoral, quando as questões envolvendo os LGBTTs foram usadas de forma perversa pela candidatura da direita – vide questões como “kit gay, ideologia de gênero” -, manteremos o evento para dia 18/11. Avaliamos que a não realização da Parada Livre seria uma perda e um retrocesso incalculável para a população LGBTT e para democracia, pois é um evento que já é referência na cidade. Não temos outra data disponível, e a divulgação já está na rua, o que impossibilita a transferência.

Neste ano, o slogan era “Qual é teu Privilégio”, o qual mudamos para “RESISTIR PARA NÃO MORRER”, em decorrência dos casos de agressões que vêm ocorrendo pelos discursos de ódio que saíram do armário, se torna ainda mais importante e necessária como marco político e de resistência dentro da nova conjuntura política brasileira. Por essas razões, não podemos abrir mão de colocar milhares de pessoas nas ruas em defesa dos seus direitos, portanto, gostaríamos de contar com o apoio financeiro de todas e todos para que possamos realizar o evento.

Para isso, disponibilizamos para contribuição financeira conta do Nuances para que possam se somar nesta corrente que estamos mobilizando para a superação dessa situação.

Banrisul
Agência: 0040
Conta Corrente: 06047614.0-4
CNPJ: 74.875.873/0001-84
Grupo Pela Livre Expressão Sexual.

Agradecemos e convidamos a todos e todas a estarem dia 18 na Redenção.

Célio Golin”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *