Dossiê Viventes

Em novembro de 2016, uma comunidade do interior do Rio Grande do Sul declarou, às margens do Rio Camaquã, resistência à implantação de uma mineradora de chumbo na parte mais preservada do Bioma Pampa, de rara beleza cênica. O medo da contaminação, da perda da identidade e da formação cultural do gaúcho, e a ameaça a um projeto de desenvolvimento territorial sustentável e solidário em curso, uniram povos, municípios, cientistas, gestores, políticos e instituições com pluralidade, expressividade e consistência poucas vezes vista na história da luta ambiental e socioeconômica do país. Dossiê Viventes é um documento vivo que, assistido com o coração e a razão livres, promete arrebatar novos defensores para a causa. O rio, artéria que nutre esse território, é o testemunho de que o Pampa viverá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *