Guaranis da Ponta do Arado denunciam ataque a tiros nesta madrugada, na zona sul de Porto Alegre

Nesta manhã (11/1), recebemos a informação que por volta das três da madrugada, os Guaranis da Ponta do Arado, em Belém Novo, foram atacados a tiros.

Segundo relato do líder da comunidade, Timóteo, homens armados dispararam dezenas de tiros sobre os barracos e ameaçaram os indígenas de morte, caso eles não desocupem a área até domingo.

Timóteo também relata que as crianças e as mulheres entraram em pânico e as famílias estão muito amendrontadas.

Uma denúncia está sendo realizada agora pela manhã na Delegacia de polícia de Belém Novo. MPF e Funai também serão acionados para que atuem na garantia da segurança da comunidade.

No final de 2018, a Amigos da Terra, que vem acompanhando a situação dos guaranis, já havia divulgado a denúncia da comunidade frente o isolamento involuntário e sobre o monitoramento compulsório que vêm sofrendo por parte da Arado Empreendimentos Imobiliários.

Leia a matéria completa com mais informações no site do Amigos da Terra.

Um comentário em “Guaranis da Ponta do Arado denunciam ataque a tiros nesta madrugada, na zona sul de Porto Alegre”

  1. Sou kaigang neta de Almerinda de Melo já falecida sobrinha do cacique João padilha e Maria Padilha.Amo minha história.

Deixe uma resposta para Catarina Elisabete Gonçalves Dos Santos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *