Heavy Hour 54 – 27.08.19 – sobre o direito à cidade

As cidades não ficam inviáveis da noite para o dia. Há planos para isso. Projetos de décadas, que modificam a dinâmica e a paisagem urbana drasticamente. Porto Alegre, metrópole, espelha um modelo de crescimento e pasteurização comum a outras cidades grandes pelo país – cada vez menos uma urbe para se passear, caminhar, curtir espaços públicos, cada vez mais a cidade do carro, do lazer privado, do manual de relações de apenas um tipo de sociedade. Perde-se a cultura local, perde-se a diversidade da população. Trouxemos para falar do tema João Volino, delegado da Região 1 de Planejamento e vice-presidente da Amacais, Pedro Araújo, também delegado da Região 1 de Planejamento e integrante da Comissão Cidades do IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil), e Silvio Jardim integrante do Coletivo Cidade Que Queremos. Pois saibam que “eles”, os que mandam na cidade, já lotearam toda a nossa orla do Rio, ããã… Lago… Não! Estuário(?) Guaíba, e dificilmente você faz parte desses planos. A não ser que se encaixe no modelo casa-carro-shopping-carro-trabalho-carro-shopping…

Setlist:
Deborah Finocchiaro e Gustavo Petry – Zero Grau
Hempadura – As Sombras dos Prédios no Morro
Fito Paez – La ciudad liberada
Santana – Singing winds, crying beasts
Pearl Jam – Do the evolution
Sepultura – Politricks
Atahualpa y us Panquis – Todo mundo saca
Chico Science & Nação Zumbi – Da lama ao caos
Black Sabbath – Spiral Architect

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *