Heavy Hour 55 – 03.09.19 – O judiciário atenta contra a democracia!

A frase título deste programa não vem da boca dos esquerdopatas que comandam a atração, mas, sim, de um juiz, o convidado João Ricardo Costa, participante do Juízes pela Democracia, que, juntamente com o policial militar da reserva e ativista do Policiais Antifascismo, Airton Garcez, suportaram cerca de 2 horas na presença de uma rapaziada provocativa. Aliás, não só isso, deixaram o boquirroto do nosso âncora meio sem palavras e o poliana Marcelo Cougo meio desconcertado – só Billy Valdez mesmo que foi o que ele sempre é: lacônico. Mas o papo foi legal, regado a muita cachaça Caipora e os drinks fantásticos de Clementine, a antropóloga – fugitiva deste programa (medo da poliça?!) -, fomos desde a discussão do papel da polícia e da justiça na democracia até a reflexão de que é o poder coercitivo que mantém a merda existente hoje. João e Airton – sem essas de vossas excelências, inclusive – se dispuseram a nos ouvir e a serem de certa forma pressionados em suas funções, mas trouxeram suas perspectivas e não pipocaram em fazer a autocrítica de suas profissões e de darem as suas opiniões. Prova de que a arma do Estado não necessariamente é sempre contra o seu povo…

Setlist provocativo:
Hempadura – 5 Tiros
Ozzy Osbourne – Crazy Train
O Rappa – Ninguém regula a América
Allen Toussaint – Bright Mississippi
Motorcaveira – Idiocracia
Ratos de Porão – Farsa Nacionalista
The White Buffalo – The House of The Rising Sun

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *