Salve, Mestre Moa!

Na noite desta quarta (9 de outubro), diversos (e diversos porque essa palavra diz muito mais do que sobre quantidade) pessoas, entre capoeiristas, mestres, contramestres, alunos, admiradores do trabalho do mestre Moa, simpatizantes, curiosos ou reféns capturados pela música se reuniram perto do muro do chalé da Praça XV, em frente ao mercado público de Porto Alegre, para disfrutar de uma roda de capoeira e um afoxé.

Uma homenagem a Moa do Katendê, em admiração à sua memória e ao seu legado. Nesta terça, fez um ano que o mestre baiano, no pé da ladeira de Nanã, foi assassinado com 12 facadas pelas costas por um defensor do Presidente Bolsonaro, após uma discussão sobre o resultado das eleições daquela tarde.

Mestre Moa era músico, capoeirista, compositor, artesão, educador. Alguns documentários estão na rede falando da sua vida e infelizmente da sua morte. Documentários póstumos, importantes pela memória, mas um diagnóstico que valorizamos nossos mestres e mestras depois de suas passagens. É o meu caso, que infelizmente fui conhecer o Mestre Moa e sua obra depois do seu falecimento.

Já escutou as composições do Mestre Moa? Músicas de disfrute e de luta, história do Brasil e do povo negro. Indico o encantamento.

A roda aconteceu em frente a uma faixa em referência à morte de Marielle e Agatha, assassinadas, respectivamente pela milícia e pela polícia, braços armados de forma direta ou por baixo dos panos, do Estado. Pensava ser uma intervenção dos próprios capoeiristas, mas, fiquei em dúvida de ser uma ação anterior, e em múltiplos lugares.

Da janela do ônibus, avistei na grade do Gasometro outra faixa falando sobre o assassinado da menina Ágatha e algo como “nos pedem paz e nos dão genocídio”. Quando saí, o afoxé seguiu.

Salve, todos as mestras e mestres da cultura popular. Valorizemos em vida quem nos abre caminhos. Defendamos suas memórias e seus territórios!

(Texto e imagens Douglas Freitas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *