Heavy Hour 61 – 15.10.19 – $aúde pública em $hopping Alegre

Para o Prefeito de Porto Alegre a saúde pública é uma que$tão de negócio e não de direitos. Só isso explica o clima de intolerância e autoritarismo que rola nesse momento, quando, de forma oportunista, Júnior (o filho do famoso “Filhote da Ditadura”, Marchezan pai) se aproveita de uma decisão do STF para atacar trabalhadoras e trabalhadores da saúde e, principalmente, a massa usuária do SUS na capital do estado. Modelo que deve servir de façanha a toda terra de Osmar, Bolsonaros e demais que pensam em privatizar nossas vidas como solução para todos os males – criados por suas incompetentes gestões. Esta denúncia é um alerta para toda rede que escuta o Heavy Hour! Saúde deve ser inegociável – e para comprovar isso, no Estúdio Monstro, as guerreiras Maria Letícia Garcia (Coordenadora do Conselho Municipal de Saúde de POA), Ana Paula de Lima (Comissão da Atenção Primária do Conselho Municipal de Saúde de POA), Franciele Batistella (Mestra em Enfermagem e enfermeira do IMESF/POA) e o guerreiro João Fontoura (Conselheiro Municipal de Saúde de POA). Temos ainda a reportagem de Bruno Pedrotti e mais um monte de conversas, todas relevantes para tentarmos entender (ou não!) um momento tão crucial das nossas comunidades.

Setlist:
Chico Buarque – Apesar de Você
Legião Urbana – Fábrica
Repressor – Reizinho
Gonzaguinha – É
Tom Zé – Senhor Cidadão
Noir Désir – Un Jour en France
Forka – Troozão
Nirvana – Come As You Are

Um comentário em “Heavy Hour 61 – 15.10.19 – $aúde pública em $hopping Alegre”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *