Heavy Hour 62 – 22.10.19 – Minasculinidade tóxica!

A mineração pra tirar leite de pedra vai acabar com os últimos resquícios de meio ambiente no RS, sem falar que a boa e velha classe média vai tomar banho em água podre por muito tempo em Porto Alegre… Mas o limite da opressão está na força que somos capazes de organizar. Esta frase de Steban Hidalgo, que participa com depoimento e canção deste Heavy Hour, traz o mote do programa: a resistência organizada a partir de sindicatos, entidades da sociedade civil, cidadãos e cidadãs engajados socialmente contra a mineração. Quando nossas vidas estão correndo risco por conta da ganância de poucos, que sempre prevalece no capitalismo, a sobrevivência depende da mobilização popular. No programa desta semana, os ecochatos (Ana Guimaraens, do SindBancários, Marcelo Roncato, das praças públicas, e Anahi Fros, das feiras ecológicas) biodesagradam a agenda do capital mineral no Rio Grande do Sul mais uma vez. Entre risadas de bruxa e músicas ao vivo, denunciamos os delírios de megaprojetos de mineração orquestrados por transnacionais para sugar o Pampa.

Setlist:
Victor Jara – El derecho de vivir en paz
Steban Hidalgo – Milonga de andar lejos
Banda Bonnot – Barricada
Criolo – Chuva Ácida
Calle 13 – Latinoamérica
Luiz Gonzaga – Xote Ecológico
Nuclear Assault – Critical Mass
Atropina – Cálice Blasfêmico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *