A resistência contra a mineração nas Três Estradas

Em uma terra de campos ondulados cobertos por capões de mato, pecuaristas familiares lutam em defesa do seu modo de vida e do ambiente. A ameaça vem por parte da empresa australiana Águia Fertilizantes, que busca minerar fosfato na região.

A peleia se desdobra na zona rural de Lavras do Sul, em um distrito chamado de Três Estradas. É lá- nas nascentes do arroio Taquarembó, afluente do rio Santa Maria- que gaúchos e gaúchas valentes ousam romper o silêncio imposto pelo poderio econômico da mineradora.

A situação do Projeto Fosfato é critica: no dia 16/10 a FEPAM emitiu a Licença Prévia, a primeira das três licenças ambientais que o empreendimento precisa. Além disso, os moradores da região diretamente afetada vem sido silenciados. Os poucos que tem coragem de se manifestar estão sendo estigmatizados e hostilizados pelos apoiadores do projeto.

Essa luta precisa de você: conheça, contribua e compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *