Heavy Hour 64 – 05.11.19 – 64 é agora!

Para cada projeto de ditardozinho furreco e seus AI 5, um Carlos Marighella e uma Marielle a lutarem pelo Brasil!

Em pleno aprofundamento do Estado de Exceção, que ataca, caça e mata indígenas, negros e negras, pobres das periferias, e permite que o presidente e sua trupe adulterem provas de crimes a olhos nús, sem que nada seja realmente colocado em seu caminho, o Heavy Hour traz essa discussão e também a memória do inimigo número 1 da última ditadura – Carlos Marighella, que nos inspira e nos avisa que, contra a violência do Estado, temos de ser fortes e reativos!

No Estúdio Monstro, a Defensora Pública Mariana Cappelari e o Historiador/Diretor Laurence West falam de seus desafios diários nos trabalhos em presídios e escolas, com o Direito e a História, contra o obscurantismo que nos obriga, esquerdistas revoltados, a defender a constituição como se fosse nossa tábua de salvação.

Clementine Tinkamó, Bruno Pedrotti, Marcelo Cougo e Gustavo Türck tocam mais um Heavy Hour, enquanto ainda é possível, nessa terra de mistérios e milícias.

Setlist:
Racionais MC’s – Carlos Marighella – Mil Faces de um Homem Leal
Chico Buarque e Milton Nascimento – Cálice
Violeta Parra – Miren como sonríen
Kae Guajajara – Espelho, espelho meu
Rage Against The Machine – Killing In The Name
Eu Acuso! – Choque de Ordem
Kreator – Pleasure to Kill
King Tubby – Jah Jah Dub

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *