#069 – Heavy Hour da sensualidade e lascividade zeppeliniana!

Led Zeppelin, a besta transfigurada em quatro elementos, que, como o fogo, a água, a terra e o ar, moldam todas a coisas e recriam a fórmula definitiva do Rock! Ouvindo baladas celtas, riffs poderosos, os famosos plágios (tem isso também, como semideuses do rock, o Led tem sua faceta demasiada humana!), progressivos setentistas, homenagens explícitas e a canção definitiva, que tal uma escadaria para o paraíso? Nos pega pela mão e nos leva ao nirvana das percepções sonoras! O Power Trio do Coletivo Catarse paga pau e reverencia a maior banda de rock de todos os tempos! Seguindo a série do Tronco Metaleiro, projetando para semana que vem o continuação da saga, o Heavy Hour vai se despedindo do intermináaaaavel ano de 2019. Ainda vem aí o Judas, Deep Purple, Iron… As pedradas da Bay Area Bangers e o maior representante pesado do Brasil, Sepultura. Tudo nos próximos programas, em ritmo de demi vacances. Ouvindo peso para, ano que vem, voltar afiado nas lidas das discussões políticas e culturais do nosso país e da América. Por enquanto se deliciem com a tangerina psicodélica!

Setlist:
Led Zeppelin – Whole Lotta Love
Mudy Watters – Muddy Waters – You need love
Blind Willie Johnson – Nobody’s Fault But Mine
Led Zeppelin – No Quarter
Led Zeppelin – Tangerine
Led Zeppelin – Goin’ to California
Stillwater – Fever Dog
Planet Hemp – Adoled (The Ocean)
Led Zeppelin – Since I’ve been lovin’ you
Led Zeppelin – The Battle of Evermore
Led Zeppelin – Stairway to Heaven

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: