#075 – Meioambienticídio

A Natureza como sujeito de direitos alterando a lógica antropocêntrica. Como isso afeta a vida nas cidades? Qual a importância dessa mudança para o enfrentamento das crises climáticas e humanitárias? Apenas um discurso político esvaziado nas práticas ou é um início de uma nova era? Mônica Meira, Leonardo Melgarejo e Renato Barcelos (por áudio), colegas do Coletivo Cidade Que Queremos, fazem o debate com a turma do Heavy Hour, que contou, além das pedradas sonoras que variam de Belchior à Rebaellium, com a provocação anárquica de Tinkamó e o momento ictiólogo do nosso âncora em um dilúvio de informações e denúncias!

O desafio está posto. Ou mudamos o comportamento ou seremos levados a um futuro distópico onde lama tóxica, incêndios sem fim, secas e enchentes se misturarão à políticos fazendo cosplay de Goebbels, e artistas de novela tratarão o racismo como fofuras de homens de bem… Ainda temos tempo ou o Anjo da Morte já está com suas asas abertas sobre nós?!

Setlist:
Molotov ft Anita Tijoux – Hit me
Rebaelliun – The Messiah
Belchior – Sujeito de Sorte
Revelation – Mother Earth
Rivadavia – Black Flag
Slayer – Angel of Death
Rush – Bravest Face

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: