#097 – Acharam o Queiroz, nós, a Manuela D’Ávila


Finalmente Queiroz apareceu. Na real, foi encontrado onde ninguém imaginaria(?)… Partindo dessa potencial bomba e seus possíveis efeitos políticos, a turma do Heavy Hour procurou aquela que é, proporcionalmente, a deputada que mais votos fez no Brasil e, principalmente, amiga dos tempos de política estudantil do nosso âncora: Manuela d’Ávila. Ela abriu uma brecha em sua disputada agenda para bater um papo sobre este país distópico, que se avizinha cada vez mais, das profecias do apocalipse. Acabamos falando pouco sobre o aparecido de Atibaia, mas bastante sobre as experiências – positivas e negativas – de quem foi tão jovem para um dos centros do poder brasileiro disputar espaço com figuras nefastas da política nacional – como o então deputado do baixíssimo clero, J. M. Bolsonero. Nessa conversa ao estilo HH, Manu nos conta um pouco da sua aventura em Brasília, a solidão no Planalto Central, a amizade com Jean Wyllys e mais um tanto sobre suas lutas. Claro que não poderia faltar o famoso jabá do programa, e esse vem com uma bela canção de Duca Leindecker, o pai da Laura.

Setlist:
Patife Band – Vida de Operário
Charles Bradley – Changes
Duca Leindecker – Todas as Cores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: