Conversa com Rejane Paféj Kaingang: Porque devemos considerar uma psicologia decolonial

Rejane Paféj é uma jovem kaingang. Formada em psicologia nos traz nessa live uma abordagem das relações sociais, econômicas, intersubjetivas e cosmologicas dos Kaingang desde uma perspectiva (de)colonial. Trazendo à tona os processos históricos que seu povo atravessou, do confinamento territorial à violência dos fóg e à Reação Kaingang! Hoje, articulando os estudos na universidade e o conhecimento dos kofá (dos antigos) Rejane elabora um pensamento e uma prática da psicologia que busca transformar a realidade dos Kaingang a partir da escuta e dos conhecimentos dos kujà (xamã).

Organizado pelo Coletivo Catarse em parceria do Núcleo de Antropologia das Sociedades Indigenas e Tradicionais do programa de pós-graduação em Antropologia Social da UFRGS.

Assista o vídeo!

Esta live foi contemplada pelo EDITAL FAC DIGITAL – Universidade Feevale/SEDAC RS
Facebook: @RS.sedac, @feevale e @feevaletechpark
Twitter: @sedac_rs e @Feevale
Instagram: @sedac_rs, @feevale e @feevaletechpark
Site: www.cultura.rs.gov.br, www.feevale.br e www.feevaletechpark.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: