Aquilombar as arquibancadas

Por Coluna Vermelha:

O ano de 2020 escancarou de vez a participação de grupos de torcedores organizados na vida política brasileira.

Se é verdade que as T.O.s e barras muitas vezes estiveram envolvidas em ações sociais voltadas à gente mais necessitada, também ficou claro que nós torcedores, muitas vezes vítimas da violência do Estado, da criminalização e o fortalecimento de um esteriótipo canalha por parte da mídia corporativa, sabemos o que queremos para nosso país. E isso passa inclusive pelo modo de se organizar, a partir do futebol. Essa introdução é para trazer para esse texto as ações que a Coluna Vermelha tem realizado junto a dois territórios negros e de resistência em nossa cidade: Os Quilombos Lemos e dos Machados.

O Quilombo Lemos, situado em terreno ao lado do asilo Padre Cacique, é alvo de disputa judicial. Ocupado pela família Lemos desde 1964, quando o casal Jorge e Délzia, que trabalhavam para o asilo, ali naquele terreno baldio construíram sua casa e a vida da família, o Quilombo Lemos é espaço de resistência cultural e social e luta pelo seu direito à territorialidade em meio à valorização imobiliária que avança sobre a orla do Guaíba. Já o Quilombo dos Machados fica noutra ponta da cidade, no Bairro Sarandi, junto à comunidade 7 de Setembro. Espaço retomado pelas famílias de periferia, em sua maioria negras, em 2012, o Quilombo dos Machados é espaço de luta por moradia digna e também pelo território que é direito das pessoas, cansadas de serem jogadas de um lado para outro pelos processos de gentrificação e higienização racista em nossa cidade. Abriga atualmente 219 famílias e já é uma referência para a luta do povo negro em nossa cidade.

Dentro desse contexto a Coluna Vermelha, grupo de torcedores antifascistas do Internacional, se aliou a outros movimento de torcedores colorados como o Bar 1909, Feminino Portão 7, Força Feminina Colorada, Rapa do Inter e Roots, para realizar doações àquela comunidade na Zona Norte de Porto Alegre, que sofre com os descasos do poder público e também com os ataques especulativos das empresas imobiliárias. Já foi a segunda ação dentro desse período de pandemia e serve para ir alicerçando nossa parceria com o povo que luta. Vale também destacar a iniciativa de vendas de camisetas da Coluna Vermelha, com a imagem do nosso ídolo Tyson, que em sua trajetória futebolística vem se posicionando na luta contra o racismo. A venda desse material terá parte significativa destinada aos Quilombos Lemos e dos Machados, fortalecendo as comunidades e também o vínculo entre o povo Colorado. Nós da Coluna Vermelha queremos justiça social e solidariedade entre o povo, de todas as cores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: