Existirmos, a que será que se destina?

Por Leonardo Melgarejo.

Nesta semana, passamos para nova fase nas relações latinoamericanas. A tristeza que desce nas Américas pela passagem do gigante argentino, Maradona, à imortalidade, contrasta com a morte em vida dos nossos anões brasileiros, aqueles que jamais se comprometeram com as dores do povo pobre, com o dia a dia e o ano a ano da maioria dos nossos.

Não dá o que pensar?

Ouça o comentário da semana.

Íntegra do texto no site: https://www.brasildefators.com.br/


Leonardo Melgarejo é Engenheiro Agronômo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1976), mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1990) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Foi representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário na CTNBio (2008-2014) e presidente da AGAPAN (2015-2017). Faz parte da coordenação do Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (2018/2020 e 2020-2022) e é colaborador da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, do Movimento Ciência Cidadã e da UCSNAL.

#LM019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: