Estúdio

Hoje foi a vez da reorganização do estúdio Monstro. Este espaço foi batizado em homenagem ao mimoso gato preto que habitava a comuna e que, por conta da situação pandêmica, foi morar na casa de dois cooperados. Este espaço foi a casa de inúmeros Heavy Hours (ai, se essas paredes falassem!), e, quem sabe, ainda virá a ser de muitos outros Heavy Hours, outros podcasts, possibilitará muitas outras gravações de músicas, continuará sendo cápsula para reuniões, além de ser o único ambiente refrigerado da sede que, em dias de calor extremo, vira um puleiro de cooperados aglomerados em busca de ar (bons tempos não-pandêmicos aqueles). Este lugar muito especial recebeu, ano passado, um mezanino, em parceria com o Roberto Oliveira (do saudoso Comitê Latino Americano), ampliando o espaço desta sala de pé direito alto, melhorando a acústica das gravações. A aquisição de equipamentos pelo Edital 10/21 virá a qualificar de sobremaneira a estrutura do estúdio que tem por objetivo prestar um serviço de qualidade e acessível.

#leialdirblanc
#leideemergênciacultural
#novasfaçanhasnacultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: