Omiô Odô Yemanjá

Por Leonardo Melgarejo.

No final do mês passado, o governador Leite anunciou proibição das festas religiosas de Yemanjá. Afirmava ter por objetivo evitar aglomerações e preservar a saúde. No final de janeiro, o Decreto 55.736, que trataria disso, foi atualizado proibindo, entre as 18 horas da tarde de segunda-feira, 1º de fevereiro, e as 8 horas da manhã de terça-feira, 2 de fevereiro, o acesso da população ao litoral, aos rios e aos lagos do Rio Grande do Sul. Exata e apenas nestes momentos, em que se realizam, naqueles locais, homenagens de tradição, talvez milenar, à divindade Yemanjá.

Acesse a coluna completa no site do Brasil de Fato: https://www.brasildefators.com.br/2021/02/12/omio-odo-yemanja


Leonardo Melgarejo é Engenheiro Agronômo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1976), mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1990) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Foi representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário na CTNBio (2008-2014) e presidente da AGAPAN (2015-2017). Faz parte da coordenação do Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (2018/2020 e 2020-2022) e é colaborador da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, do Movimento Ciência Cidadã e da UCSNAL.

#LM030

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: