Chantagem com a vida do povo!

Por Coluna Vermelha:

Nesta quinta-feira, 25/02/2021, será definido o campeão brasileiro de 2020. Nós, coloradas e colorados, estamos em um estado emocional indescritível. Tensos, ansiosos, uma hora acreditamos, outro desacreditamos, mas sempre esperançosos. Afinal, estamos mais de 40 anos esperando soltar o grito do TETRA. No entanto, o assunto desta coluna não será sobre isso. Falaremos da ABSURDA proposta que o governo Bolsonaro e seu ministro da economia Paulo Guedes irão apresentar quinta. A proposta é uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para o auxílio emergencial. Saca só!

Não somos contra o auxílio emergencial, pelo contrário, exigíamos que não fosse cessado como foi em dezembro de 2020. A fome voltou ao Brasil e temos que combatê-la. Assim como a pandemia está em alta como nunca esteve depois de 1 ano. A única forma é com a vacina e com auxílio emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras, além de auxílio para as empresas. Contudo, o governo liberal e genocida faz inúmeras chantagens, para no fim liberar o auxílio, mas veja aí a chantagem que Bolsonazi faz. A PEC ataca os serviços essenciais da população, justamente àquela que mais precisa do programa emergencial. Funcionaria assim: a PEC prevê a extinção do piso (que seria um custo mínimo que deve se ter para a saúde e educação), ou seja, o governo estaria autorizado a gastar MENOS ainda com estas duas áreas essenciais. Tanto na esfera federal, quanto na estadual. Sim, querem acabar com a saúde e educação públicas, o que sempre foi o plano original deles e estão aproveitando a fragilidade do povo para colocar o plano em prática. Imagina tua vida sem SUS e sem escolas públicas?

Além de atacar os direitos básicos da população, também atacam os servidores e servidoras públicas da base, os que atendem diretamente população. Eles querem:

  • Congelar os salários dos servidores e servidoras públicas por 2 anos (os militares, o judiciário e os políticos estão fora. PORQUÊ? Queremos ver esses vermes justificar isso).
  • Proibir novas contratações e concursos públicos até 2023 (prejudicando ainda mais o atendimento ao público).
  • Acabar com os gastos MÍNIMOS em saúde e educação.

Há outras formas de conseguir o financiamento da PEC EMERGENCIAL como: taxação de grandes fortunas, diminuir os privilégios do judiciário, dos políticos e dos militares, tirar as pensões de filhas e filhos dos militares, cobrar imposto das igrejas e a taxação de herança. Mas o objetivo da turma liberal é acabar com a Constituição de 88, suas garantias sociais de um Estado que, nesse momento, atende minimamente o povo, e substituí-lo por um Estado voltado exclusivamente para a repressão e para o financiamento dos grandes empreendedores e do mercado financeiro. Limitar ainda mais os gastos com saúde e educação é condenar a maior parte da população brasileira à miséria e à morte! Chega de recuar, chega de perder direitos, chega de entregar a visa do povo à sanha de lucro e poder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: