Arquivo da categoria: Agenda

30 anos da FAE, sábado (19), vai ter Rádio Feira!

Neste sábado, 19 de outubro, será o grande dia de comemoração dos 30 anos da FAE – Feira dos Agricultores Ecologistas. E a abertura desta festa busca fazer referência à forma como a 1ª Feira Ecológica do Brasil foi formada: através da união de ideias e esforços de agricultores familiares, ambientalistas e moradores da cidade que sonharam com um espaço de comercialização de alimento saudável e produzido de forma sustentável na capital dos gaúchos.

Com vasta programação, as atividades serão permeadas com uma transmissão ao vivo realizada pela equipe do Coletivo Catarse, a Rádio Feira, no ar das 8h às 12h!

Confere mais informações no Face da FAE: https://www.facebook.com/events/496386197868468/

Mina Guaíba pauta audiência pública na Assembleia Legislativa na próxima segunda

A possível instalação da maior mina de carvão a céu aberto da América Latina a 16 quilômetros do Centro de Porto Alegre está colocando em alerta um número cada vez mais expressivo de pessoas. A mobilização para evitar o que pode se tornar uma tragédia nas proporções de Mariana e Brumadinho ganha força na segunda-feira (30), quando a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, através da Comissão de Saúde e Meio Ambiente, realiza a Audiência Pública Impactos do Projeto Mina Guaíba.

O evento ocorre às 18h, no Auditório Dante Barone, e deve lotar os mais de 500 lugares em torno do debate do projeto assinado pela Copelmi Mineração, focado  na produção de energia fóssil a partir da queima do carvão extraído.

A mina apresenta diversos riscos para o meio ambiente. O empreendimento ameaça acidificar e contaminar com metais pesados a água que abastece Porto Alegre e região metropolitana, já que ficaria instalado a 535 metros do Parque Estadual Delta do Jacuí- cujo rio contribui com 84,6% de águas limpas na formação do Guaíba. Estima-se que um  total de 4,3 milhões de pessoas serão impactadas na Região Metropolitana pela possível contaminação do entorno, além de eventual poluição atmosférica.

O Comitê de Combate à Megamineração no RS (CCMRS), composto por mais de 100 entidades e que tem em seu corpo técnico cerca de 50 profissionais, entre professores, mestres e doutores, estará na mesa de debates como um dos principais convidados da atividade. O coletivo luta contra um total de 166 projetos de mineração que pretendem se instalar no estado.

O evento, gratuito e aberto ao público, não substitui a necessidade de realização de uma audiência pública em Porto Alegre convocada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam), dentro do processo de licenciamento da mina, mas será mais um importante espaço de pressão da comunidade gaúcha contra o projeto.

A saber

A Copelmi Mineração obteve a autorização de lavra pela União em 1973 e estuda o terreno onde pretende instalar a Mina Guaíba desde 1978. A partir de 2014, vem buscando uma licença prévia de operação junto à Fepam para escavar carvão, areia e cascalho na área de 4,5 mil hectares, equivalente a cerca de 120 vezes o Parque da Redenção.

A intenção da empresa, que vem esgotando o recurso natural no Estado há mais de um século, é retirar 166 milhões de toneladas de carvão bruto em 23 anos de operação, até acabar com a fonte de combustível fóssil existente no local. Além disso, também pretende extrair 422 milhões de metros cúbicos de areia e outros 200 milhões de cascalho.

Para isso, serão retiradas de suas propriedades 72 famílias de agricultores, que cultivam 700 hectares de arroz orgânico e hortaliças,  abastecendo mais de 40 feiras ecológicas na região Metropolitana. O loteamento Guaiba City, condomínio em que residem cerca de 172 famílias também será diretamente afetado caso o empreendimento seja realizado.

Ainda não existe um posicionamento conclusivo ou prazo definido para emissão de parecer final, apesar de já terem sido realizadas duas conturbadas audiências públicas em 2019: uma em Charqueadas (em março) e outra em Eldorado do Sul (em junho), ambas consideradas parte do processo e sem encaminhamentos conclusivos. Ligada à Secretaria da Saúde e do Meio Ambiente do Estado, a Fepam vem sendo pressionada pela sociedade a realizar uma terceira audiência pública em Porto Alegre.

Serviço:
O que: Audiência Pública Impactos do Projeto Mina Guaíba
Quando: 30 de setembro, segunda-feira
Onde: Auditório Dante Barone – Assembleia Legislativa – Praça Marechal Deodoro (Praça da Matriz), 1101, Centro Histórico, Porto Alegre
Horário: 18h (as portas serão abertas às 17h)
Vigília RS em Risco: A partir das 11h, na Praça da Matriz.

Texto e imagem: Comunicação Comitê de Combate à Megamineração no RS.

PGDR da UFRGS fará exibição do Dossiê Viventes e conversa sobre mineração no pampa

O Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Rural (PGDR) da UFRGS está produzindo um evento para refletir as práticas tradicionais de conservação e a mineração no pampa. Será na quinta feira, dia 19 de setembro as 14 horas no Auditório Nascente (Prédio Centenário da Escola de Engenharia. Praça Argentina número 9, Campus Centro).

Será feita uma exibição do documentário longa metragem “Dossiê Viventes- o pampa viverá“, produzido em 2018 pelo Coletivo Catarse. Além disso, haverá roda de conversa mediada pela Doutoranda Luna Carvalho com os seguintes participantes:

  • Vera Collares- pecuarista familiar de Bagé.
  • Daniel Vaz Lima- antropólogo da UFPEL e pesquisador da lida campeira.
  • Juliana Mazurana- da Fundação Luterna de Diaconia (FLD) e articuladora do Comitê de Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa.

28 DE JUNHO NO MEMORIAL DO RIO GRANDE DO SUL: DEBATE COM DEOCLIDES DE PAULA – LIDERANÇA KAINGANG DA COMUNIDADE DE VOTOURO/KANDÓIA

O Núcleo de Antropologia das Sociedades Indígenas e Tradicionais (NIT/PPGAS-UFRGS) e Museu Antropológico do Rio Grande do Sul convidam para o I Ciclo de Encontros do Observatório Social das Populações Indígenas da Região Sul.

O debate será realizado por Deoclides de Paula, liderança Kaingang da comunidade Votouro – Kandóia, membro do CEPI (Conselho Estadual dos Povos Indígenas) e do CONDISI (Conselho Distrital de Saúde Indígena). Deoclides também foi membro tutelar do CNPI (Conselho Nacional de Políticas Indigenistas) de 2007 a 2013.

O evento ocorrerá no dia 28/06 às 17h, no auditório do 1° andar no Memorial do Rio Grande do Sul.

– originalmente publicado em https://memoriaterritorioeperseguicao.wordpress.com/2019/06/24/28-de-junho-no-memorial-do-rio-grande-do-sul-debate-com-deoclides-de-paula-lideranca-kaingang-da-comunidade-de-votouro-kandoia/

13º ENCONTRO GAÚCHO DE ASSISTENTES SOCIAIS

Com o slogan “Se cortam direitos, quem é preta e pobre sente primeiro. A gente enfrenta o racismo no cotidiano!”, o 13º Encontro Gaúcho de Assistentes Sociais (EGAS) será realizado nos dias 17 e 18 de maio, no Ritter Hotel, em Porto Alegre (Largo Vespasiano Júlio Veppo, nº 55). O tema, alusivo ao Dia do/a Assistente Social 2019, foi definido no ano de 2018 durante o 47º Encontro Nacional do Conjunto CFESS-CRESS, realizado em Porto Alegre/RS.

As inscrições serão realizadas gratuitamente, no local, e as vagas disponibilizadas conforme a capacidade do espaço físico. Mais informações podem ser obtidas no hotsite do evento. No sítio virtual também está disponível a Carta Convite do 13º EGAS, documento que traz os detalhes do encontro e pode ser apresentado para pedidos de liberação junto aos espaços de trabalho.

Clique aqui para acessar e conferir toda a programação do evento, que terá diversos momentos com transmissão ao vivo pelo canal do CRESSRS no Facebook.