Arquivo da categoria: Agenda

28 DE JUNHO NO MEMORIAL DO RIO GRANDE DO SUL: DEBATE COM DEOCLIDES DE PAULA – LIDERANÇA KAINGANG DA COMUNIDADE DE VOTOURO/KANDÓIA

O Núcleo de Antropologia das Sociedades Indígenas e Tradicionais (NIT/PPGAS-UFRGS) e Museu Antropológico do Rio Grande do Sul convidam para o I Ciclo de Encontros do Observatório Social das Populações Indígenas da Região Sul.

O debate será realizado por Deoclides de Paula, liderança Kaingang da comunidade Votouro – Kandóia, membro do CEPI (Conselho Estadual dos Povos Indígenas) e do CONDISI (Conselho Distrital de Saúde Indígena). Deoclides também foi membro tutelar do CNPI (Conselho Nacional de Políticas Indigenistas) de 2007 a 2013.

O evento ocorrerá no dia 28/06 às 17h, no auditório do 1° andar no Memorial do Rio Grande do Sul.

– originalmente publicado em https://memoriaterritorioeperseguicao.wordpress.com/2019/06/24/28-de-junho-no-memorial-do-rio-grande-do-sul-debate-com-deoclides-de-paula-lideranca-kaingang-da-comunidade-de-votouro-kandoia/

13º ENCONTRO GAÚCHO DE ASSISTENTES SOCIAIS

Com o slogan “Se cortam direitos, quem é preta e pobre sente primeiro. A gente enfrenta o racismo no cotidiano!”, o 13º Encontro Gaúcho de Assistentes Sociais (EGAS) será realizado nos dias 17 e 18 de maio, no Ritter Hotel, em Porto Alegre (Largo Vespasiano Júlio Veppo, nº 55). O tema, alusivo ao Dia do/a Assistente Social 2019, foi definido no ano de 2018 durante o 47º Encontro Nacional do Conjunto CFESS-CRESS, realizado em Porto Alegre/RS.

As inscrições serão realizadas gratuitamente, no local, e as vagas disponibilizadas conforme a capacidade do espaço físico. Mais informações podem ser obtidas no hotsite do evento. No sítio virtual também está disponível a Carta Convite do 13º EGAS, documento que traz os detalhes do encontro e pode ser apresentado para pedidos de liberação junto aos espaços de trabalho.

Clique aqui para acessar e conferir toda a programação do evento, que terá diversos momentos com transmissão ao vivo pelo canal do CRESSRS no Facebook.

O Grande Tambor na Comuna do Arvoredo

Documentário – 2010 – 124′ 02”
O filme narra a trajetória do Tambor de Sopapo, que carrega a história da diáspora africana no Rio Grande do Sul. Sua matriz vem pelas mãos e mentes dos africanos escravizados para a região das charqueadas, ao extremo sul do Brasil. É considerado sagrado, retumbando o som por séculos de um purificar religioso para os rituais de matança – realidade presente nas propriedades que produziam o charque entre os séculos XVIII e XIX. A partir da década de 1950, inicia seu caminho no carnaval, quando surgiram as primeiras escolas de samba no estado. O Grande Tambor conta uma parte da história sobre a contribuição dos afrodescendentes na formação simbólica e cultural do povo do Rio Grande do Sul. Sobreviveu pelas mãos de Mestre Baptista, Griô, que preservou a memória e a arte da fabricação de um instrumento de som grave e marcante e que hoje é patrimônio brasileiro.

Hempadura – Resistência 1.0

Não, não… Na real é Resistência de Ka 1.0…

A Hempadura vai invadir várias praias, mas não pra ser mais alguns dos inúteis úteis. A partir do dia 9 de novembro, os 4 com todos seus apetrechos musicais embarcam numa nau 1.0, enfrentando as marés das BRs, passando de Caxias do Sul, Floripa, republiqueta de Curitiba e caindo na mui amiga e retroprogressita São Paulo.

Galera viajando com tema Foda-se o Sistema e nomeando a parada de Molotov Tour, no contexto atual e nos locais que vão passar, companheiro… Vai ser demais!!!

Imagine-se no meio de uma alemoada catarinense gritando “Queimem, bando de filhadaputaaaaaaa!!!!” ou então lá em Sampa fazendo um mosh pit ao som de 5 Tiros, descarregando a puta raiva, meo, dos puliça que mata geral na quebrada.

É, véio… Hempadura indo pra um caminho sem volta, perfurando a superfície do caos dessa porra deste palanque de mentiras que estamos vendo e mergulhando na teoria da conspiração aplicada à realidade do mercado da morte.

Vais perder esta ou vais ficar de zumbi?!

Amém.

Programação da tour (eventos do Face clicáveis):
09/11 – Caxias do Sul/RS – Porão do Kaos 281
10/11 – Rio do Sul/RS – Gaia Tatto Bar
12/11 – Florianópolis/SC – Taliesyn Rock Bar
14/11 – Curitiba/PR – 92 Graus
15/11 – Campinas/SP – Casa Rock
16/11 – São Paulo/SP – Centro Cultural Zapata
18/11 – Imbituba/SC – Drakos Beer Pub

Celebração de 14 anos do Coletivo Catarse

O Coletivo Catarse comemora nesse mês de setembro 14 anos de existência e resistência! São anos de luta e celebração. Para comemorar essa data nós estaremos no VIVE Petrópolis 7ª Ed. – Arte na praça Mafalda Veríssimo com uma programação de filmes realizados pela Catarse e que serão exibidos na caixa d’água, símbolo do bairro e da Praça.

Durante a tarde, a partir das 14h serão projetados dentro da Caixa os filmes Nêga Lú, produção em parceria com o Nuances, a websérie Tainhas no Dilúvio e o filme de ficção Paralelo, realizado em parceria com o Cinehibisco.

O encontro conta com outras atrações culturais tais como “El Circo” dos internacionais Jade &Filipe, diretamente de Milano e o Ritual da Primavera com alunos Escolas Waldorff, além de comidinhas, bebidinhas, artesanato e muita alegria. A festa encerra com show da Barão e Os Vermelhos, tocando o melhor do rock nacional!

Convidamos vocês para curtirem essa data conosco e com a vizinhança do Bairro Petrópolis, dia 6 de outubro, a partir das 13h. Entrada e circulação gratuitas!