Arquivo da categoria: Coletivo Catarse

Nota Pública das Alternativas de Mídia de Porto Alegre sobre o segundo turno eleitoral

Vivemos um momento muito grave: uma candidatura à Presidência da República defende abertamente o autoritarismo, a violência política e a retirada de direitos dos trabalhadores. Defende, também, restrições à liberdade de expressão e de atividade política. O mundo todo olha para o Brasil com preocupação, e pessoas dos mais diversos matizes políticos rejeitam a candidatura de Jair Bolsonaro por enxergarem ali uma perigosa ameaça à democracia – que, mesmo defeituosa e limitada, nos garante o direito a buscar seu aprofundamento.

Considerando essa realidade, 16 mídias alternativas de Porto Alegre nos reunimos para a construção de ações conjuntas de defesa da democracia e de combate à desinformação proposital que tem servido como estratégia de campanha dessa candidatura. Essa preocupação não significa apoio acrítico à candidatura de Fernando Haddad, mas o entendimento, que tem sido generalizado entre os democratas do Brasil e do mundo, de que não se pode compactuar com o retrocesso que representa a candidatura de Bolsonaro.

Entendemos que a oposição à candidatura de Bolsonaro é um dever de toda a mídia, na medida em que Art. 6º do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros estabelece que todo jornalista deve “Opor-se ao arbítrio, ao autoritarismo e à opressão, bem como defender os princípios expressos na Declaração Universal dos Direitos Humanos”, além de “combater a prática de perseguição ou discriminação por motivos sociais, econômicos, políticos, religiosos, de gênero, raciais, de orientação sexual, condição física ou mental, ou de qualquer outra natureza”.

Conclamamos, assim, as mídias alternativas de todo o Brasil a fazerem o mesmo movimento, de maneira urgente e também visando o futuro: unir-se em ações em defesa da democracia e da liberdade que garantem nossa existência e o direito do conjunto da população a lutar por seus direitos.

Agência Livre para Informação, Cidadania e Educação (Alice)
Amigos da Terra Brasil
Anú – Laboratório de Jornalismo Social
Boca de Rua
Brasil de Fato RS
Coletivo Catarse
Comunicação Kuery
Esquerda Online
Jornal JÁ
Jornalismo B
Manifesto POA
Mídia Ninja
Nonada – Jornalismo Travessia
Rádio Comunitária A Voz do Morro
Sul 21
TV Nação Preta

Coletivo Catarse e Comunicação Kuery em aula na UFRGS

Nessa quarta-feira, 12, os estudantes da disciplina Comunicação e Cidadania da Fabico – UFRGS, ministrada pela coordenadora do NUCC, professora Ilza Maria Tourinho Girardi, receberam os comunicadores Gustavo Türck, do Coletivo Catarse, e Gerson Gomes e Daniel, da Comunicação Kuery, coletivo de produção audiovisual Mbyá-Guarani, que falaram sobre suas experiências de trabalho.

Gustavo defendeu a iniciativa do Catarse não como mídia alternativa, mas sim como alternativa de mídia, e comentou a atuação do coletivo em coberturas como as manifestações de rua de 2013 e em documentários como Carijo, sobre a produção artesanal da erva mate, e O Ser Juçara, sobre a Pameira Juçara, espécie nativa que produz o açaí da Mata Atlântica e é manejada de forma sustentável pelos povos da região.

Segundo Gerson, a prioridade da Comunicação Kuery é dar visibilidade ao povo guarani e fortalecer a comunicação dentro das aldeias. O comunicador comentou a cobertura sobre as retomadas de territórios Mbyá-Guarani no Rio Grande do Sul, e afirmou a necessidade de amenizar a linguagem de guerra normalmente associada às retomadas, pois se trata apenas da ocupação de espaços por seu povo.

Resiste Coletivo Catarse!

Estamos fechando um pouco mais de um ano de campanha e o apoio recebido através do Apoia.se está sendo fundamental para a resistência do nosso coletivo. Este vídeo traz alguns depoimentos de pessoas importantes da área social e cultural da cidade e que estão liagadas no nosso trabalho. Conheça você também nossa campanha e contribua!

Seguimos na luta. Muito obrigado!

Saiba como apoiar:
https://apoia.se/coletivocatarse

Carijo na Mostra “Nossa Terra”

O documentário Carijo: Herança do Conhecimento Ancestral na Fabricação Artesanal da Erva-Mate, foi selecionado para participar da Mostra Internacional de Cinema “Nossa Terra”: Cultura e Alimentação. A mostra está na sua 2ª edição, que este ano tem como tema Memórias que alimentam tradições, e acontece nos dias 20 e 21 de outubro no interior do Paraná.

Mais informações sobre a mostra em: www.micnossaterra.com.brwww.facebook.com/micnossaterra/

Carijo roda na Escola Solimões, na Lomba do Pinheiro

No sábado, dia 9 de junho, estivemos apresentando o filme Carijo, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Solimões – na Lomba do Pinheiro.
Entre um mate e outro, trocamos informações, trovas e conhecimentos sobre a feitura da erva mate.
O projeto Carijo, continua de forma permanente circulando em espaços escolares e culturais, com a intenção de difundir o método artesanal de produção da erva, legado dos Guaranis.

Acesse o site do projeto: www.projetocarijo.com.br