Arquivo da categoria: Heavy Hour

Heavy Hour 24 – 29.01.19 – Mas que porra é essa que tá rolando na Venezuela?!

A merda foi para o ventilador na Venezuela! “Agora é de verdade” – nos informa o professor e antropólogo venezuelano Pablo Quintero, que está com a gente passando um calor do caralho no Estúdio Monstro nesta edição do Heavy Hour (que terá um segundo capítulo semana que vem)! Discutimos bastante sobre a guinada nada progressista que o país vizinho vem sob o regime Madurista e que se contrapõe a todo grande trabalho realizado por Hugo Chávez, que colocou a Venezuela na vanguarda da esquerda mundial. Participa ainda por áudio enviado a cientista política Patrícia Parra, também venezuelana, mas já há mais de ano “morando” (sim!) na Argentina. Ela traça uma linha lógica, fatual e muito clara do que está acontecendo em seu país. No mais, derretendo nos microfones, o power trio do Coletivo Catarse completo em mais um Heavy Hour! Ah, e tem músicas também…

Setlist:
Mercado da Morte – Hempadura
Lithium – Nirvana
Levante – Mondo Calado
El Puerto – La Digna Rabia
Zapata – Guarapita
People Of The Sun – Rage Against The Machine

Heavy Hour 23 – 22.01.19 – midiatizando, mídia mainstream ‘versus'(?) alternativas de mídia, é isso?

No programa desta semana discutimos mídia, com a perspectiva de que iniciativas independentes estão aí como alternativas viáveis, e fazemos aqueeeeela crítica à mídia corporativa, mas também reconhecendo (ou não!) alguns avanços em alguns canais massivos, como a Rádio Guaíba, por exemplo. E por falar nesta emissora, há uma participação especial do jornalista Carlos Guimarães, e, no Estúdio Monstro, recém montado na nova sede do Coletivo Catarse, as participações de dois colaboradores do Repórter Popular e A Voz do Morro, Maria Fernanda Silva, professora, e Luís Gustavo da Silva. Por conexão direta na rede com Santa Maria, Edson Kah, da radioarmazem.net. Além, é claro, do nosso livreiro Bolívar, participando da discussão e dando mais uma dica de leitura no espaço Bibliografia Social da Graturck.

Apresentando este programa, Gustavo Türck e Marcelo Cougo, Billy Valdez não se fez presente desta feita. Ah! E teve músicas também…

Setlist:
Lost – Death Angel
Televisão – Titãs
Farsa Nacionalista – Ratos de Porão
Lucro – BaianaSystem
Dazed and Confused – Led Zeppelin
Pedras e Sonhos – El Efecto

Heavy Hour 22 – 15.01.19 – senhores ruralistas, bebam um copo de glifosato e falamos!

Qual a relação entre alimentação e saúde no país campeão mundial de consumo de agrotóxicos? As decisões governamentais que atingem a agroecologia no campo e na CIDADE! No Heavy Hour desta semana a gente conversa com João Francisco Moraes Cardoso, o vereador Tigre, assentado e produtor rural agroecologista, feirante da mais tradicional Feira Ecológica de Porto Alegre. Também no Estúdio da Lua, a Monica Meira, doutora em antropologia, pesquisadora, integrante do Coletivo A Cidade que Queremos, ativista de Hortas Comunitárias.

Pelo áudio de zapzap (não é fakenews!!), Dr Ricardo Ghelman, coordenador da Unidade de Pediatria Integrativa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, fala sobre os malefícios do agrotóxicos e a relação entre alimentação e saúde. E o Livreiro Bolívar (51-98905.0672) com sua dica na Bibliografia Social, o livro “A vantagem acadêmica de Cuba”!

Setlist:
Lona Preta – Eu Acuso!
MST – Dead Fish
The Secret Life of Plants – Stevie Wonder
Desterro – F.U.R.T.O
Goddamn Trouble – Overkill
Capim Guiné – Raul Seixas
Bushcraft – Baptists

Heavy Hour 21 – 08.01.19 – pela deselitização do futebol!

Pra começar um novo ano, em época de especulações mil, vamos falar de futebol, o esporte mais popular do Brasil, mas em franco processo de elitização. Neste programa, recebemos Welington da Silva, conselheiro recém empossado no Internacional, pertencente ao grupo O Povo do Clube, e João Hermínio Marques, advogado, gremista e ex-presidente a Frente Nacional de Torcedores. O papo foi da lama exposta no Inter, passando pela crítica contumaz à elitização nos estádios e chegando na liberação ou não do álcool nos estádios. Nosso âncora, Gustavo Türck, gremista atuante, também foi muito opinativo… A dica do livreito Bolívar, no espaço Bibliografia Social, foi da obra de Umberto Eco, O Fascismo Eterno. E teve muito petardo sonoro também.

Setlist:
Paranoid – Black Sabbath
Megalomaniac – Incubus
Mistério do Planeta – Novos Baianos
Da ponte pra cá – Racionais MCs
The Clairvoyant – Iron Maden
Amizade – Fundo de Quintal
Hells Bells – AC/DC

Heavy Hour 20 – 18.12.18 – o que rolou nos outros 19 programas?! Retrospectiva chinfrim do HH!

Este programa finaliza nossas produções de estúdio para um recesso merecido. Marcelão, Billy e Bruno Pedrotti falam, do Estúdio da Lua, no Coletivo Catarse, o que acharam de bacana nos Heavy Hours realizados neste ano até aqui – beeeeeem meia boca, hein?! 😉

Mas a sonzeira pegou!!! E tem participação da nossa eterna antropóloga Clémentine Maréchal, do projeto Resistência Kaingang, e dica de livro do Livrei….ops! Nada, Bolívar de férias nesta edição, mas a colega Cris Cubas traz a obra Calibã e a Bruxa, de Silvia Federici, no nosso momento Bibliografia Social.

Quem quiser ouvir todos os nossos programas, curte aqui no Mixcloud mesmo a lista! Hasta!

Bloco 1
Eu Acuso! – Idade Mídia
Anthrax – Madhouse
Belchior – Como o diabo gosta
Judas Priest – Diamonds and rust

Bloco 2
Planet Hemp – Testdrive de freio de camburão
Joan Baez – Here`s to you, Nicola and Bart
Distraught – Loked forever
Led Zeppelin – The rain song
Megadeth – Dystopia

Bloco 3
Truckfighters – Majestic
ButiaDub – Confusão da Nação
Raul Seixas – Meu amigo Pedro

Confere ae e te comunica com a gente!
heavyhour@coletivocatarse.com.br
facebook.com/programaheavyhour