Tambor de Sopapo

No ano de 1999 havia apenas 3 tambores de sopapo identificados no estado do Rio Grande do Sul. Em 2000 e 2001, foram realizadas, então, duas edições do Projeto CABOBU em Pelotas, através da ação do músico Giba Giba, chamando a atenção para a possível extinção do instrumento. Nesse sentido, o Coletivo Catarse, em convênio com o Programa Nacional do Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, começou em Janeiro de 2010 a desenvolver o Projeto TAMBOR DE SOPAPO – RESGATE HISTÓRICO DA CULTURA NEGRA DO EXTREMO SUL DO BRASIL, que pretende contribuir para a preservação do tambor de sopapo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *