Arquivo da tag: Movimentos Sociais

Heavy Hour 65 – 11.11.19 – Siempre de pié, nunca de rodillas!

No número 65 do programa Heavy Hour, a nossa parceira “Collita”, que cresceu no Kollasuyu, Bolívia, nos traz suas perspectivas sobre o que está acontecendo em seu país após a renúncia de Evo Morales. A luta do povo contra o colonialismo e o racismo não começa nem termina com a inclusão dos povos originários dentro do Estado, esta se faz nas ruas, agora e sempre! O papo está quente no estúdio, a companheira nos traz uma análise crítica e profunda das entranhas bolivianas e ressalta que essa luta vai além de uma briga entre partidos, é a expressão de uma luta anticolonial (e de classe) latente desde séculos! Participam também do programa, os ambientalistas da Associação Brasileira de Agroecologia, Renato Barcelos e Leonardo Melgarejo, que trazem suas perspectivas latino-americanas e apontam a um mundo em simbiose com o que Europa chamou de “natureza”. Mais um programa fodástico desde o Estúdio Monstro. Salve, Pacha Mama!

Na playlist:
Anthrax – Indians
Black Sabbath – War Pigs
Atajo – Nunca Más
Ruphay – Jacha Uru (El Gran Dia)
Tomatito e Luis Salinas – Aires
Rage Against The Machine – Calm Like a Bomb
Waldick Soriano – Eu não sou cachorro não

Heavy Hour 64 – 05.11.19 – 64 é agora!

Para cada projeto de ditardozinho furreco e seus AI 5, um Carlos Marighella e uma Marielle a lutarem pelo Brasil!

Em pleno aprofundamento do Estado de Exceção, que ataca, caça e mata indígenas, negros e negras, pobres das periferias, e permite que o presidente e sua trupe adulterem provas de crimes a olhos nús, sem que nada seja realmente colocado em seu caminho, o Heavy Hour traz essa discussão e também a memória do inimigo número 1 da última ditadura – Carlos Marighella, que nos inspira e nos avisa que, contra a violência do Estado, temos de ser fortes e reativos!

No Estúdio Monstro, a Defensora Pública Mariana Cappelari e o Historiador/Diretor Laurence West falam de seus desafios diários nos trabalhos em presídios e escolas, com o Direito e a História, contra o obscurantismo que nos obriga, esquerdistas revoltados, a defender a constituição como se fosse nossa tábua de salvação.

Clementine Tinkamó, Bruno Pedrotti, Marcelo Cougo e Gustavo Türck tocam mais um Heavy Hour, enquanto ainda é possível, nessa terra de mistérios e milícias.

Setlist:
Racionais MC’s – Carlos Marighella – Mil Faces de um Homem Leal
Chico Buarque e Milton Nascimento – Cálice
Violeta Parra – Miren como sonríen
Kae Guajajara – Espelho, espelho meu
Rage Against The Machine – Killing In The Name
Eu Acuso! – Choque de Ordem
Kreator – Pleasure to Kill
King Tubby – Jah Jah Dub

Jornada Kaingang acontece na Biblioteca da Faculdade da Psicologia da UFRGS

Durante todo o mês de novembro, a Biblioteca Viva da Faculdade de Psicologia da UFRGS, o  Programa de Educação Tutorial (PET) da Faculdade de Psicologia da UFRGS, o Núcleo de Antropologia das Sociedades Indígenas e Tradicionais e o Coletivo Catarse estarão apresentando diferentes atividades relacionadas com a luta dos povos originários e principalmente dos Kaingang!

Dentro a programação, o projeto Resistência Kaingang inaugurou uma exposição de mais de 60 fotografias que aborda a temática das retomadas Kaingang no norte do Rio Grande do Sul, no Alto Uruguai, assim como a luta para continuar exercendo práticas políticas-espirituais intimamente ligadas ao domínio da floresta. A exposição estará aberta para visitação até o dia 25 de novembro no saguão da Faculdade de Psicologia da UFRGS.

Já no dia 19 de novembro, a partir das 18h30, apresentaremos o projeto da Resistência Kaingang em uma roda de conversa com a kujà (liderança político-espiritual) Kaingang, Iracema Gatén Nascimento, juntamente  aos integrantes do Coletivo Catarse que fazem parte do projeto Resistência Kaingang.

Confira a programação e as fotos da abertura da exposição:

CardGeral_Vert

 

Heavy Hour 63 – Revoluconvulsionando…

Chile, Equador, Haiti… O grito unido dos oprimidos atravessa mares e montanhas e ecoa no Estúdio Monstro do Coletivo Catarse. Quem é nosso sujeito revolucionário? Enquanto nós, Classe Média do Coletivo Catarse, derretemos nossos cérebros pensando em como sairmos desse buraco em que estamos, toda gente, enfiados, fomos ouvindo relatos, colecionando palavras e emoções de quem está vivendo as barricadas andinas, ouvindo suas canções e hinos de resistência… No estúdio a Anarquista Carmem Puebla e o Lutador social Roberto del Monte nos falam sobre suas formas de ver o que acontece no Chile, na América e o que eles vivem aqui no Brasil, na luta diária. Essa luta que acumula e constrói novos mundos! Roberto, odeia metal, Carmem gosta de Death Metal e por isso o programa de hoje é uma ode ao punk revolucionário, à cumbia subversiva e a eterna Nina Simone. Viajem pelas veias da América Latina, agora ainda mais abertas e VIVAS!

Para contribuir nessa viajem, recebemos participações diretas desde o calor da revolta: o companheiro Grosso e o aspirante a anarquista e educador social, Mause. Ainda, o amigo venezuelano e professor de antropologia social da UFRGS, Pablo Quintero, contribui mais uma vez com a construção do nosso programa!

Playlist:
Inimigo Eu – Autoritário Opressor
Brian – Manutenção
Ana Tijoux – Cacerolazo
Aztra – Yo Te Nombro Libertad
Banda Bonnot – Himno Insureccionalista
Apatia No – Contra Ti Capitalismo
Nina Simone – Four Women
Damas Grátis – Policia que vida elegiste vos

Siga a revolta popular no Chile através dos meios de comunicação autônomos!

Os meios de comunicação oficiais MENTEM!
Para seguir de perto a revolta popular no Chile, para saber das atrocidades cometidas pelos representantes do estado chileno, para romper o cerco mediático, acessa às alternativas de mídia:

radio placeres – valparaíso
https://emisora.cl/placeres-valparaiso/
Radio Placeres

radio 19 de abril – cobertura colectiva
http://www.radio19deabril.cl/
Radio 19 de abril

radio humedales – concepción
https://www.radiohumedales.org
Radio Humedales

radio kurruf concepción/santiago – desde redes sociales
https://www.facebook.com/radiokurruf/
Radio Kurruf (Twitter)

prensa opal
https://twitter.com/prensaopal

periódico resumen – concepción
https://twitter.com/rsumen
https://resumen.cl
Jornal Resumen (Concepción)

piensa prensa
Piensa Prensa
https://twitter.com/PiensaPrensa

radio villa francia
http://www.radiovillafrancia.cl
https://twitter.com/rvfradiopopular

radio manque
Radio Manque

Fotografia de Suzana Hidalgo

Lembrando que no programa de rádio Heavy Hour dessa semana falaremos da revoltas populares que estão fazendo tremer os governos da direita neoliberal em América Latina. Chile, Equador, Haiti, o grito unido dos oprimidos atravessa mares e montanhas e ecoa no estúdio Monstro do Coletivo Catarse.
A partir de quarta-feira no MixCloud e nas rádios parceiras….

A luta contra a ditadura do capital segue!
Força ao povo chileno, força ao povo Mapuche!