Arquivo da tag: O Grande Tambor

O Grande Tambor na Comuna do Arvoredo

Documentário – 2010 – 124′ 02”
O filme narra a trajetória do Tambor de Sopapo, que carrega a história da diáspora africana no Rio Grande do Sul. Sua matriz vem pelas mãos e mentes dos africanos escravizados para a região das charqueadas, ao extremo sul do Brasil. É considerado sagrado, retumbando o som por séculos de um purificar religioso para os rituais de matança – realidade presente nas propriedades que produziam o charque entre os séculos XVIII e XIX. A partir da década de 1950, inicia seu caminho no carnaval, quando surgiram as primeiras escolas de samba no estado. O Grande Tambor conta uma parte da história sobre a contribuição dos afrodescendentes na formação simbólica e cultural do povo do Rio Grande do Sul. Sobreviveu pelas mãos de Mestre Baptista, Griô, que preservou a memória e a arte da fabricação de um instrumento de som grave e marcante e que hoje é patrimônio brasileiro.

Pelotas, a cidade do Tambor de Sopapo

Quando o Heavy Hour estreia nas ondas da RádioCom, 104.5 FM de Pelotas – ouça aqui! -, na mesma semana, a prefeitura da cidade a decreta Cidade do Tambor de Sopapo.

Parabéns aos mestres Giba Giba e Baptista! Parabéns a suas famílias e amigos, a tantos outros dessa história contada aqui, no filme O Grande Tambor:

Sabe-se que é um ato político, mas se soma ao de 2013, que instituiu a Medalha do Mérito Mestre Batista – clique aqui para ver o decreto.

Soma-se a tantas outras iniciativas que existem desde já praticamente uma década – e mais! E se está enxergando um ressurgimento, quem sabe uma redenção.

Que a história e o trabalho de todos siga neste passo, nesta batida!

Filmografia Social – O Grande Tambor precisa bater!

Num momento em que se inicia o mês da Consciência Negra e que se elege presidente um racista confesso, nada mais certo que indicarmos uma produção nossa: O GRANDE TAMBOR.

Neste documentário em longa-metragem, denso, forte, há uma jornada que começa contando a história de um instrumento que foi a base do samba considerado gaúcho, mais cadente, mas que foi sumindo a partir da década de 1970 pela massificação cultural e pela “carioquização” do carnaval nacional. A partir disso, vamos retornando no tempo e observando as origens da ocupação do povo negro no território gaúcho – uma violenta narrativa de escravidão e genocídio, com sequestro de sua prática religiosa para consecução de objetivos mercadológicos do ciclo do charque.

O Grande Tambor recupera a ideia de que a Revolução Farroupilha não foi revolução coisa nenhuma e detalha o papel decisivo do infame Duque de Caxias – um herói da horda fascista vitoriosa no último pleito presidencial – no massacre de Porongos, apresentando a carta enviada aos comandantes brancos do batalhão conhecido como Lanceiros Negros.

Uma viagem de desmistificação. Assista atento, aberto a ouvir muita informação e prováveis contrapontos ao que você sempre entendeu como certo.

NOSSA AVALIAÇÃO
Gênero: documentário etnográfico
Temática Social: racismo
Público-alvo: gaúchos interessados em sua história, pessoas de outros estados que acreditam que o Rio Grande do Sul é a Europa do Brasil e que aqui não há negros, músicos interessados em percussão, pessoas que gostam de carnaval e samba
Roteiro: 
(o caminho é bem delineado, a jornada vai detrás para frente no tempo e descortina as camadas históricas da contribuição do povo negro na cultura e realidade do Rio Grande do Sul e Brasil, mas pela duração pode ser considerado muito massante)
Dramaturgia: 
(a fotografia não é das melhores, com diferenças entre câmeras e personagens, sem definição de linguagem, o áudio também demandaria melhor tratamento, o filme parece esteticamente não finalizado, mas isso tudo pela opção de se valorizar o conteúdo, que tem uma boa construção emotiva, de momentos de respiro para reflexão e vários ápices catárticos)
Aprofundamento da Questão Social: 
(a razão da existência deste filme é exatamente ser uma obra que aprofunda a questão do racismo na construção histórico-cultural do Rio Grande do Sul, é pleno neste sentido)

Assista ao filme:

Confira todo o material do projeto aqui no site, clique aqui.

Por Gustavo Türck

– Filmografia Social é um conteúdo apoiado pela Graturck – perícia social, consultoria e cursos (www.graturck.com.br) e é publicado simultaneamente no site/redes do Coletivo Catarse e no site/redes da Graturck todas as quartas-feiras

Suíte Senzala e Ventre Livre – Prés da trilha de O Grande Tambor (2010)

https://soundcloud.com/coletivocatarse/sets/suite-senzala-e-ventre-livre-pres-da-trilha-de-o-grande-tambor

Durante a produção da trilha sonora de O Grande Tambor (Coletivo Catarse, 2010), nos combinamos uma noite de gravações no estúdio da Casa Brasil Dunas, no Areal, em Pelotas. A ideia era passar a música Suite Senzala para a cantora Giamarê, que fez um belo registro dessa cancão para nossa trilha, além de gravar cuíca com o Mestre Batista, em Ventre Livre Odara. Lembro da conversa com a Giamarê, sobre as possibilidades poéticas do nome Suite Senzala. A origem dessa composição foi quando, em voltas pela cidade de Pelotas, nas filmagens do documentário, nos deparamos com um motel que fazia alusão a uma Suite Senzala, com grilhões e tudo…Giamarê nos lembrou que podia ser entendida também como Sweet, doce, o que nos remetia a uma das riquezas atuais da cidade, além, é claro, da suíte, termo ligado a musica clássica. Foi uma noite mágica, com apoio inestimável da equipe da Casa Brasil, capitaneada pelo querido Betinho, o Mestre Batista brincou durante horas com sua cuíca, nos lembrando sempre que arte também é alegria e convívio. Desse registro, além das boas recordações e do talento desses dois grandes artistas, ficaram imagens que compõem o filme O Grande Tambor. Deixamos aqui a lembrança desse momento e a saudade de nosso amigos que já partiram, Giamarê e Mestre Batista e um até breve pra turma do Areal, que já tá passando da hora da gente se encontrar!

Leilão de um Tambor de Sopapo

elo-de-xango_internaParticipe do leilão do tambor Elo de Xangô, produzido pelas mãos do luthier José Batista, filho de Mestre Batista e Dona Maria (assista ao filme O Grande Tambor)!

A partir de agora, é possível dar seu lance para tentar arrematar este instrumento “roncador”, de grave absoluto, feito com couro de cavalo. Continue lendo Leilão de um Tambor de Sopapo