Manifestantes relatam ação violenta da BM em audiência

Integrantes do movimento “Defesa Pública da Alegria” estiveram na Câmara Municipal de Porto Alegre nesta terça-feira (30) para relatar as agressões sofridas pela Brigada Militar.por Samir Oliveira, Sul 21

Integrantes do movimento “Defesa Pública da Alegria” estiveram na Câmara Municipal de Porto Alegre nesta terça-feira (30) para relatar as agressões sofridas pela Brigada Militar na noite de 4 de outubro, quando centenas de jovens se reuniram em frente à prefeitura para protestar contra a privatização dos espaços públicos da cidade. Na ocasião, os policiais acabaram reprimindo os manifestantes presentes quando do final do ato, que se dirigiram ao Largo Glênio Peres para uma dança em volta do mascote da Copa do Mundo de 2014.

Uma audiência da Comissão de Direitos Humanos do Legislativo da Capital ouviu depoimentos dos manifestantes e convocou também as autoridades envolvidas no caso. Estiveram presentes o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Fabiano Pereira (PT), o subdiretor-geral do Instituto Geral de Perícias (IGP), Paulo Leonel, o comandante da Guarda Municipal de Porto Alegre, Eliandro de Almeida, o advogado Marcelo de Almeida e os manifestantes Ricardo Bordin, Pedro de Camillis e Rayne Barcelos.

A reunião foi uma iniciativa da vereadora Fernanda Melchionna (PSOL), que contou com o apoio da presidente da Comissão de Direitos Humanos, Maria Celeste (PT). Elas foram as únicas parlamentares presentes. O secretário estadual de Segurança Pública, Airton Michels (PT), foi convidado, mas não compareceu.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA DO SUL 21 AQUI, COM OS DEPOIMENTOS DOS MANIFESTANTES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: