Bloco de Luta protocola Projeto de Lei e desocupa a Câmara

Texto e Fotos: Bruna Andrade / Jornalismo B

Na manhã desta quinta-feira, 18, o Bloco de Luta protocolou na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que garante a abertura das planilhas de custos das empresas de ônibus de Porto Alegre, e desocupou o local. Antes mesmo das 9h, horário acordado para a saída dos manifestantes, a Casa já havia sido limpa e organizada pelo grupo, que aguardava a chegada do Oficial de Justiça e da juíza.

Às 9h eles deixaram o interior prédio, restando no plenário apenas alguns cartazes. Um deles afirmava: “Essa casa é do povo! Voltaremos”. Após a desocupação, os manifestantes aguardavam do lado de fora quando o presidente da Casa, Thiago Duarte (PDT), chegou ao local. Nesse momento, os integrantes do Bloco cantaram músicas que faziam alusão ao fato de o vereador ter chorado durante entrevista a uma rádio e gritaram “vereador da elite, o povo te demite”.

Os vereadores indicados no Termo de Audiência para fazer a indicação do Projeto de Lei na Câmara assinaram o requerimento junto aos manifestantes que, logo depois, se dirigiram ao Protocolo da Casa. Após o trâmite, os manifestantes fizeram uma comemoração e seguiram na entrada da Câmara aguardando que fosse feita a vistoria solicitada pelo Bloco na audiência de conciliação.

Na vistoria, acompanhada por integrantes do Bloco de Luta e pelo diretor-geral da Câmara de Vereadores, Gabriel Franceschetti Müller, foram encontrados apenas pequenas avarias, como algumas cadeiras desparafusadas nas galerias. O telão do plenário, que era a maior preocupação dos integrantes do Bloco, não pôde ter seu funcionamento averiguado devido à falta de alguns cabos. O Oficial de Justiça decidiu lacrar o local até a chegada dos técnicos , que deve ocorrer às 15h.

A vereadora Mônica Leal (PP) ficou irritada ao verificar que seu quadro não estava no mural das vereadoras e acusou os manifestantes de o terem roubado. No entanto, um funcionário da Câmara a avisou de que o retrato havia sido guardado por seus assessores pois estava com o vidro quebrado. A vereadora, então, solicitou ao presidente da Casa que fosse aberta uma queixa-crime por conta do vidro danificado.

Por volta as 11h30, depois de mais de uma semana de ocupação, os integrantes do Bloco deixaram a Câmara. Apenas um pequeno grupo deve voltar à tarde para finalizar a averiguação. Eles afirmam que vão acompanhar o cumprimento do acordo por parte da Câmara e que agora irão pressionar o prefeito da capital, José Fortunati (PDT), pela aprovação do passe livre municipal. Para isso, já está marcado um ato em frente à Prefeitura às 18h desta quinta.





Um comentário em “Bloco de Luta protocola Projeto de Lei e desocupa a Câmara”

  1. somos tachados de tudo que é pejorativo perseguidos reprimidos mas diante de nossas convicções isso tudo só nos impulsiona a queremos sempre mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *