Cartunista Latuff reage a novas ameaças de morte

Latuff é um cartunista que usa sua arte na defesa de populações oprimidas e violentadas. Suas denúncias contra os Estados e, em especial, contra a atuação das forças de segurança e das polícias já lhe rendeu diversas ameaças de morte, como agora, novamente.

latuff ameaca 2

 

Seu trabalho “não para um míssil, não para uma bala”, como nos disse na entrevista que fizemos com ele em 2008 para o jornal Brasil de Fato, mas levanta a moral dos lutadores sociais quando estão na crise, “é como um afago na hora que você precisa”, lhe lembrou um morador de Gaza, na Palestina. Que nenhuma bala o atinja!

 

latuff policia 1

 

Em abril, conversamos com o cartunista durante uma marcha pelo transporte público em Porto Alegre, em que ele alertava para o aumento da repressão e violência contra os movimentos sociais e seus militantes.

Latuff, hoje, é um artista e uma pessoa fundamental na defesa dos direitos humanos no Brasil, e também em muitos outros países, onde seu trabalho alcança e influencia.

VIVA LATUFF! TODO O APOIO DO COLETIVO CATARSE A VOCÊ E SEU TRABALHO!

 Carta publicada por ele na manhã de hoje:

“Era de se esperar que houvesse reação violenta diante da minha provocação de que o garoto que matou o pai, um policial da ROTA, merecia atendimento psicológico e uma medalha. No estado policial em que vivemos no Brasil, as organizações da repressão são alçadas a condição sacrossanta. Quem ousar denunciar seus abusos corre sério risco de vida. Isso não é novidade pra mim, desde 1999, quando fiz meu primeiro protesto contra a violência policial, realizando uma exposição virtual de charges intitulada “A Polícia Mata”. Ao longo dos meus 23 anos de profissão como cartunista já fui detido três vezes por desenhar contra a truculência da polícia brasileira, e já recebi inúmeras ameaças, seja de judeus sionistas por conta de minhas charges em favor dos palestinos, seja de extremistas muçulmanos pelas minhas charges sobre a questão egípcia e síria. Portanto, ameaças fazem parte do meu trabalho.

Dessa vez, com as redes sociais, estas ameaças são potencializadas, graças a comunidades relacionadas a organizações policiais, que reúnem não só membros ativos das forças de repressão, como também simpatizantes com perfil fascista, anti-comunista, anti-petista, machista e homofóbico. É sabido que dois desses perfis, Fardados e Armados e Rondas ostensivas tobias de aguiar “Rota” estão incitando seus membros a tomarem ações violentas contra mim. E é bem possível que isso aconteça, afinal de contas, a polícia mata! Não seria eu o primeiro, e muito menos o último. Essa é a característica de nossas polícias, de nosso estado. E se acontecer, que sejam responsabilizados os administradores destas comunidades e o estado brasileiro.

Fico feliz que essa polêmica esteja acontecendo. Diante de casos como o desaparecimento do pedreiro Amarildo na Rocinha, e de tantos outros pelo Brasil, herança maldita da ditadura militar que torturou, matou e sumiu com diversos militantes de esquerda, é sempre bom discutir sobre a violência policial, que é um tabu que poucos tem coragem de tocar.

Me sinto orgulhoso de receber ameaças assim. Me sinto no mesmo patamar dos corajosos militantes do Mães de Maio e da Rede de Comunidades que cotidianamente se arriscam para defender as vítimas do terrorismo de estado no Brasil. Se eu tiver que cair pelo que acredito, cairei. Meu pai, um cearence chucro de Nova Russas, não me criou pra ser frouxo.

Espero que todo esse esforço não tenha sido em vão, ou termine com minha morte. Que os partidos de esquerda, PSOL, PSTU Nacional Partido Comunista Brasileiro – PCB (Oficial) PCdoB – Partido Comunista do Brasil Partido Comunista Revolucionario Partido da Causa Operária e os movimentos como a Liga dos Camponeses Pobre MST – Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e o Mtst Trabalhadores Sem Teto e mesmo a esquerda do Partido dos Trabalhadores defenda sempre a bandeira dos direitos humanos e contra a violência policial.

Pelo fiim de grupos de extermínio oficiais como a ROTA e o BOPE, que só fazem matar pretos e pobres. Pelo fim da “guerra contra as drogas”. Pelo fim da filosofia militarista nas polícias.

Valeu gente! Não passarão!

Carlos Latuff

Cartunista

07 de agosto de 2013″

41 thoughts on “Cartunista Latuff reage a novas ameaças de morte”

  1. ESQUECESTE DE CITAR OS ANARQUISTAS, QUE TAMBÉM SOMOS BENEFICIADOS PELO ENORME APOIO QUE TUAS CHARGES DÃO A TODOS OS QUE SÃO CONTRA A OPRESSÃO, QUERIDO LATUFF! O HUMOR É UMA ARMA PODEROSÍSSIMA E OS TRUCULENTOS SE SENTEM INDEFESOS PERANTE ELA E SENTEM MUITO MEDO DE GENTE COMO TU. VIDA LONGA PARA TI!!! AQUI NO SUL, TE CRIAS SIM E, TOMARA, DÊ CRIAS TAMBÉM!

  2. Esses ridículos de farda pau mandado de politico deviam ter mais coragem e enfrentar seus mandantes pois estes tbm causam males pra própria policia, mas na impossibilidade de saber pensar e teorizar sobre a questão atacam quem os “donos” apontam, sem pensar, coisa de animal!!!

  3. Sou admiradora do trabalho do Latuff, mas utilizar a tragédia, possivelmente culminada por uma criança em estado profundo de sofrimento para criticar a brutalidade da PM, é tão estúpido e violento quanto. Um profissional aliado as causas humanitárias tem que, no mínimo,ter sensibilidade em seus pronunciamentos públicos.
    Sou professora do ensino fundamental e tenho um aluno filho de pais brigadianos que tem sido vítima de perseguição na escola, pela profissão que seus pais escolheram. Quer dizer que aqueles que denunciam as repressões perpetradas pela polícia, agem da mesma maneira?
    Lamentável…

  4. O comentário que ele fez foi totalmente injustificável,demonstração de intolerância igualmente praticada por aqueles que ele critica. Sem contar que para causar polêmica, usou o infeliz do menino de 13 anos, que chacinou a família inteira como alguém a ser condecorado. Se o menino tivesse orgulho do que fez a ponto de merecer uma “medalha”, não teria se matado posteriormente.
    Quem precisa de uma medalha é o Latuff – além daquela que ele ganhou do Centro Simón Wiesenthal.

    Curioso é que depois de falar tamanha asneira, apoiado no direito a liberdade de expressão, como se a internet fosse um esgoto a céu aberto, vem se fazer de novo mártir e suplicar apoio aos partidos e aos movimentos sociais (fazendo chantagem ao lembrar do trabalho político que ele realizou em prol deles).

  5. Lamentável este “tal”Latuf postar algo tão desumano,horripilante da parte dele não ter apreço ao´próximo num momento de dor sabendo a responsabilidade que a mídia tem em alcançar os adolescentes ,um irresponsável, situação rara ainda mais envolvendo um menor e uma tragédia familiar independente da profissão dos pais,este cartunista é um LIXO HUMANO

  6. Acho um absurdo vc se intitular a voz dos oprimidos, tripudiando em cima da dor de uma família que não conhece, dizendo que o menino Marcelo merecia um prêmio por ter matado os pais, tu não passa de um canalha, infelizmente o mundo esta cheio de crápulas como tu.
    Em toda parte há a banda podre, quando for fazer comentários seja comedido, pois nem todos na polícia são bandidos, assim como nem todo blogueiro e “pseudos” a voz dos oprimidos é gente que presta, muitos não passam de uns vagabundos.
    Os policiais que foram assassinados, denunciaram policiais ladrões meu caro, não eram bandidos, não generalize e nem coloque todos no mesmo balaio, vou ficar na torcida que um dia vc quebre a cara.
    Só queria ter dizer isto é um ser desprezível.

  7. Será que desejar o mal do semelhante ( policial ou não) resolve a questão ??? acordem e descubram que o policial é gente, tão gente como um cartunista .

  8. Um demagogo imbecil de primeira categoria esse cartunista, ainda mais com a imagem acima de um dimenor nos braços da mãe morto por um policial, esquece o que essas pragas fazem na sociedade.
    Os comentários sobre as mortes em SP foram indigestos. Isso pra mim é lixo literário.
    Eu faço parte de uma população “oprimida” pelo medo de andar nas ruas ou até mesmo dentro da minha casa.

  9. Se esse Latuff defendesse os direitos humanos, ele estava defendendo o pai de família que levanta cedo para ficar o dia todo trabalhando e não o bandido que fica vagabundeando o dia inteiro e depois mata esse pai de família para poder roubar os frutos do trabalho dele, ele iria defender as vítimas de estupro cometidas por mais baixos vermes da sociedade e não defender esses vermes, de direitos humanos esse cara não sabe nada, queria ver se um dia matassem e estuprassem a família dele, que lado ele ficaria? Continuaria a defender os bandidos que fizessem isso com a família dele? Quando a violência for com outras pessoas é fácil ficar do lado dos bandidos né?

  10. Quando vc chega em casa, encontra seus materiais de cartunista, sua mesinha intacta, seu computador pra postar suas baboseiras na internet…
    Agradeça à PM que sai dia após dias às ruas pra se fazer presente e reprimir o crime, fazendo com que um vagabundo não entre em sua e leve suas coisas.
    Vc pra mim não passa de mais um babaca comunista que se acha inteligente por ter decorado um livro de Marx. Não sabe diferenciar violência de agressividade. Tirar sarro da morte dos outros é violento, querer impor uma imagem sobre alguém é violento, achar que pode tripudiar em cima da tragédia alheia é violento. Vc é só mais um babaquinha analfabeto político que se acha inteligente e revolucionário só por que tem coragem de mandar a presidenta ir tomar no cu.
    Na boa, volta pra escola meu amigo, seu diploma não vale nem pra você limpar sua bunda.
    Aos que dizem que a PM é violenta, bruta, não sei mais o que… Experimentem duas coisas: Experimentem uma abordagem da PM e a de um vagabundo, vamos ver qual dos dois é violento. A PM é enérgica por que tem que ser, eles não sabem com quem estão lidando, pode ser um pai de família mas pode ser um matador de policiais, se informem primeiro.
    Bando de alienado do caralho!

  11. quer dizer se este menino tivesse matado os pais coisa que não acredito…ele mereceria uma medalha ????quem mata os pais merece medalha ???? tem que ser muito idiota pra falar tal asneira.e muito se noção pra apoiar tal comentário que vai contra a família e a própria sociedade coisa que ele diz defender…ridículo.

  12. Cartunista terrorista! Falso, nojento! Teu lugar é no inferno! Fica debochando da morte de milico seu merda, depois fica se pagando de vitima! Tu merece uma surra pra deixar de ser vagabundo!!!

  13. Esse cara só pode ser louco! estamos com o Giovani! tira sarro da polícia, ofende, zomba com coisa séria, acusa e agora se faz de vítima??? VOCÊS DEVERIAM TER VERGONHA NA CARA ANTES DE DEFENDER UM LIXO DESTES! LATUFF, VAI À MERDA!!!!

  14. é um vagabundo este cara…
    Quando uma filha for estuprada, morta…Quero ver para quem vai pedir ajuda.
    vai na favela pedia ajuda? … vagabundo

  15. Esse cara é um frustrado, um coitado que na falta de alguma coisa útil pra fazer, prefere criticar e atacar os que se dispõe a dar a vida pela sociedade.
    Meus parabéns a cada policial do Brasil, seja militar, civil ou federal.
    Que Deus esteja com cada um em cada incursão, em cada abordagem, em cada operação, em cada confronto.
    Deus abençoe os policiais do Brasil!

  16. Como identificar quem é vagabundo ou não senão por meio de um julgamento justo? Quem tá aí defendendo os policiais assassinos acha mesmo que eles têm essa competência? De condenar à morte? E quando dizem que é matar ou morrer pergunto como esses criminosos conseguem essas armas. Com os policiais corruptos, que vendem as armas pros criminosos parceiros, porque ganham mal e não são reconhecidos, e não são com razão, porque o perfil de quem entra é quase sempre o mesmo. Entra quem quer ter o poder de se impor á força. A saída é a desmilitarização da polícia e a proibição do comércio de armas. Ponto. Armas apenas pra Defesa Nacional. O Latuff matou alguém? Não. E não vem dizer que estimulou a morte de policias, pq “vagabundo” não tem cultura e não lê tirinha né

  17. Olá! Os comentários do site da Catarse estão momentaneamente moderados em virtude de uma trollagem que está ocorrendo em um de nossos posts – este aqui, mais exatamente.
    Foram excluídos 20 comentários (mas guardados em nossos arquivos) muito ofensivos e pouco construtivos, nitidamente realizados ou por uma única pessoa ou por um pequeno grupo organizado para isso (vários tinham o mesmo IP).
    Deixamos aqui alguns de teor um pouco mais brando para amostragem.
    Assim que as coisas voltarem ao normal na nossa “audiência”, os comentários voltarão a ser liberados.

    Quer saber o que significa “trollar”? Siga este link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:O_que_%C3%A9_um_troll%3F

    Um grande abraço!
    Equipe do Coletivo Catarse

  18. Censura de comentários? Sério isso? Cara, de boa, vocês não passam de uns hipócritas. Não dá pra ser esquerdista e querer ser levado a sério por causa disso.
    No fim tudo se resume a uma colossal hipocrisia. Um cartunista está sendo perseguido por fazer merda; vocês dizem que ele tem direito à liberdade de expressão e decidem “moderar” a opinião de quem discorda. Tá de sacanagem, né.
    Nunca se digam imparciais, vocês defendem unilateralmente um ideal que ACHAM ser o melhor pra todo mundo, mas não enxergam que isso sempre começa e termina em hipocrisia.
    Se depender da esquerda, os oprimidos continuam sem voz no mundo.

  19. Não acho que o menino mereça medalha por matar policiais, principalmente a mãe e o pai, é inclusive, possível que não tenha sido ele! Achei infeliz a declaração do Latuff. Mas sinceramente não quero ele seja morto por policiais. Em fim, um puta artista e ativista não merece ser morto por ninguém! Quem não gostou das afirmações dele que tome outras medidas dentro da legalidade

  20. Bem como ele mesmo disse, ele provocou, ou seja agiu de forma pensada a atingir toda uma classe, e para cada ação ha uma reação em igual, ou de mai força!!
    Se eu sair aki falando dos cartunistas em geral, a classe sendo ordeira e organiza, se revoltara comigo, afinal eu provoquei… Se eu nao aguento nao provoco!! Policial com mto orgulho!!!

  21. Gostaria de lembrar ao tanto de velhos – velhos por dentro! – da velha guarda militar que o nosso Latuff não tem escondido a cara, tem pensado e usado a cabeça no lugar das armas de fogo de vocês; não é nenhum assassino, não é corrúpto nem muito menos desnecessário como vocês. Um abraço, passar bem.,

  22. Nossa, eu acho que deve ser difícil pra algumas pessoas pensarem direito antes de falarem merda, caso contrário, não diriam merda. O Latuff fez uma crítica com uma tragédia, aí, vai o pessoal moralista dizer “ai que horrível o que você disse, você merece morrer!”. A hipocrisia não tem fim??? Eu me canso de ficar ouvindo tanta merda vindo de pessoas que se dizem “experientes de vida”, mas são tão alienadas quanto um bebê. Essas pessoas acham que o mundo é um conto de fadas, onde tudo é perfeito, policial é servidor da paz. O Latuff já deve ter tido muito mais experiência com guerras e mortes do que qualquer um comentando nessa pagina e ainda assim, querem julgar o cara por causa de um comentário que deveria ser feito pra refletirem! Mas seria pedir demais que pessoas alienadas conseguissem fazer o esforço de refletir sobre algo tão complicado quanto a morte de “servidores da paz”… O cara coloca a vida dele em risco criticando gente poderosa que pode apagá-lo a qualquer segundo e ainda vem babaca dizer que ele é um lixo e deve morrer???? Deve ser foda ter um pensamento medíocre…

  23. Defender que alguém merece uma medalha por matar um policial é deixar claro que você não é defensor de direitos humanos coisa nenhuma, e sim alguém que se utiliza de uma posição política pra se sustentar.

    Você apoia alguem que parabeniza um menino por matar seu pai? Desculpe-me, mas você se desmoralizou totalmente.

    Esse grande Latuff incentivador dos assassinos dos próprios pais, sim, que merece tratamento psiquiátrico urgente! Elogia assassino e ainda se acha um heroi por causa disso!

  24. Utilizando a velha mais tão atual falacia jornalistica, se passa por um pobre coitado, vitima do sistema repressor, mas a inocente ovelha, afirma ter provocado intencionalmente os policiais, estes que no momento da critica, estavam de luto pela morte de um companheiro de farda junto com sua familia. Para mim este cara não passa de mais um hipocrita, com um belo vocabulario repleto de demagogia, apenas mais um babaca louco por audiência, afinal, qnto mais polemicas causadas, mais lucro se obtem de outros, que assim como ele são Jovens revolucionários afim de um sistema justo e pro comunista, mas que desfrutam, e esbanjam com aquilo que o capitalismo “selvagem” tem de melhor a oferecer. Vamos começar com seu próprio acesso a internet, ou acredita que produtos de mercado americano se resume a apenas Mac Donald’s, já viram as fotos tiradas com o seu ipad? Realmente tem um olhar bastante critico, digno de um verdadeiro artista, para ser mais exato, de um ator, afinal, vive em uma novela, onde nada do que faz condiz com sua realidade. Este mesmo, que diz ser, contra a violência policial é o maior precusor dela, insita, generaliza suas ofenças e criticas, denigre, menospresa, diz ser o messias da justiça e da igualdade, más esquece, que policial também é humano, defende a ideia somente de uma parcela, a que lhe convem, somente a que compartilha de suas idéias “liberais”, ou ele acredita msmo que evangelicos fazem parte da classe burguesa e nobre de nosso pais? , luta contra a moral, e os bons costumes, os quais foram deixados por nossos ante-passados, quebra toda e qualquer norma social, e depois ainda diz lutar pela ordem?, É por isso que mesmo que não o conheça pessoalmente,(graças a Deus), que tiro minhas conclusões a respeito deste infeliz, que para mim não passa de mais um verme esquerdista, que utiliza do lucro obtido do captalismo para financiar suas viagens e sustentar seu luxo, enquanto suas charges profundas, insitam a desordem ea volencia tem nela seu disfarce o pretesto da luta por igualdade social, se exibe em fotos tiradas em diversos paises, degustando famosas especiarias locais, enquanto critica o sabor da mesma comida, através de seus desenhos. Eo que é pior, este “revolucionário”, que nunca protestou fora dos papeis, realmente acredita que faz parte de um papel relevante para a sociedade, gostaria muito de saber quais os privilégios, e quanto que afetou positivamente a vida destes, q tiveram dele este “afago” , como diz em seu texto, mas que para mim, não é nada mais que, uma passada de mão na cabeça de quem pratica o mal, seguido da frase ” bom trabalho”.

  25. Bom , sou policial eu sei como é ter a cabeça a prêmio, não sou o único todos meus irmãos de policia sabem também como é viver em tal situação, todos os dias que vou trabalhar sempre levo um pensamento comigo,que é Cristão antes de profissional, tal pensamento é fazer o bem sem olhar a quem. Isso vc não sabe pois pelo visto pela falta de respeito com a família e até com a dignidade humana devido a seu comentário no mínimo infeliz.
    Alias senhor fulano de tal( desculpa estou no final da pagina e não tem seu nome acabei esquecendo) qual foi o dia em que vc levantou e fez algo de positivo e produtivo a sociedade? Bom pela falta de popularidade acho que nunca né.
    Fico imaginando qual deve ser o tamanho do desespero da pessoa pra fazer tal comentário, simplesmente pra que notem-na sua existência, isso é muito vergonhoso como homem.
    Agora pra finalizar pode ficar tranquilo fulano de tal, nós policiais somente atiramos em alguém para nos defendermos ou defender alguém de ameaça imediata, você não é ameaça nenhuma a ninguém, muito menos imediata, então para de ficar com discursinho que estão te ameaçando pois você é tão perigoso quanto um coelhinho, parabéns pois conseguiu chamar a atenção pra sua pessoa, mas aproveite pois é por pouquíssimo tempo, porquenós policias temos muito que fazer neste país que tanto nos solicita.
    Obrigado e assim como todos os cidadãos pode contar com a POLÍCIA MILITAR, pois até você temos o dever de ajudar, ajudamos sem olhar a quem .

  26. Latuff é um bravo companheiro, e merece todo nosso apoio no seu trabalho de humor denuncia das barbaridades cometidas pela violência policial e do estado no Brasil. Há um velho ditado que diz “….quem semeia vento colhe tempestade”. Não é Latuff que semeia vento,mas a concepção fascista de muitos desses fardados, que ao invés de cumprir a lei, criam a própria, como fazem agora, ameaçando e matando pessoas inocentes e desarmadas. Tivessem mais discernimento, entenderiam que a condição de miséria e a violência absoluta, gera frutos com característica do meio. O Latuff, não é responsável por isso! Miséria e violência [policial ou dos miseráveis] são duas faces de uma mesma moeda, uma leva a outra e vice versa. Se os policiais não veem responsabilidade do estado e de seus chefes na ausência de oportunidades e opções de trabalho, educação, lazer, cultura e esporte para a juventude, e não se pronunciam sobre isso, acreditando que todo mundo que não seus chefes, colegas, amigos e parentes sejam pessoas de bem, portanto merecedores da violência…. Policiais passam monopolizar a condição de “humanos” ou super-humanos, enquanto todos os demais paisanos passam a ser parias, a ser tratados como tal. Estão semeado a violência, de modo que em algum momento o feitiço vira contra o feiticeiro. O carnavalesco Joãzinho 30, nos anos 90, alertou que a pobreza e violência das elites e do estado “…estava alimentando Exú!” E a “professia” se cumprindo…Portanto, um bom observador apenas faz uma constatação que certos seguimentos, sobretudo os fascistas, negam-se a ver. Tem todo nosso apoio e solidariedade Latuff.

  27. Quem defende alguém que usa fardas,será morto pelas suas mãos e depois nada poderá fazer,acordem seus tolos a polícia é o grande motivo da violencia,no cop,no crime….entenderam?ou precisa desenhar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *