A Copa que o Mundo perdeu em Porto Alegre

Um documentário sobre os impactos nas comunidades populares de Porto Alegre que ficaram no caminho das obras da Copa. O que as máquinas removem é muito mais do que casas. Imagens e depoimentos de quem é obrigado a deixar sua moradia e dos que resistem enfrentando a força de um poder econômico que, literalmente, patrola direitos humanos.

A realização do filme é do Comitê Popular da Copa, Amigos da Terra (NAT) e do Coletivo Catarse, com financiamento do CASA – Fundo Socioambiental.

Lançamento em junho.

 

Mais em Portal Popular da Copa aqui.

 

 

Um comentário em “A Copa que o Mundo perdeu em Porto Alegre

  • 11/06/2014 em 19:05
    Permalink

    bah.. na vila dique forço um pouquinho a barra.

    Os caras foram removidos por causa da expansão do aeroporto. Isso pode ser considerado “abusivo” mas, vamos por os fatos na mesa: os caras JÁ moravam onde judas perdeu as botas. A prefeitura só mudou pra outro lugar onde judas perdeu as botas.
    Houve um acréscimo enorme de qualidade de vida (pq, morar na borda de uma pista de avião não deve ser nada seguro, além de não ser nada agradável aos ouvidos.)

    O que deve ser criticado da remoção da dique foi a maneira de como foi feito.

    Em muitos casos tiraram as pessoas de locais centrais (chocolatão, cristal)espalharam pra cidade, ou deixaram as pessoas em condições bem instável, mas a vila dique não. O discurso da moradora foi no mínimo demagógico.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: