É Possível – Coletivo Catarse 10 anos

Esta reportagem cinematográfica produzimos em 2009 para a RTVE do Paraná, sobre os 25 anos do MST, a partir da cobertura do 13º Encontro Nacional do Movimento. Não foi ao ar por ser considerada “muito pró-MST”, pelo governador do Estado.

 

Se a elite brasileira elegeu o MST como seu inimigo número um, está certa, diz Plínio de Arruda Sampaio. Desafiar abertamente os poderosos e suas políticas que geram pobreza, desigualdade e concentração de riquezas foi uma luta difícil e constante nos últimos 25 anos (1984 – 2009), período em que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra se transformou em um dos mais importantes, conhecidos e reconhecidos movimentos sociais do mundo.
Nesta reportagem cinematográfica, realizada a partir do 13° Encontro Nacional do MST e das celebrações que comemoraram duas décadas e meia de resistência, em Sarandi/RS, junto com o material jornalístico produzido pelo Coletivo Catarse nos últimos dois anos, acompanhando marchas e o cotidiano em acampamentos e assentamentos, mais contribuições de fotógrafos, cinegrafistas amadores e trechos de filmes, as principais questões que envolvem o desafio de se fazer a reforma agrária no Brasil estão colocadas: a opressão da hegemonia de um modelo econômico de desenvolvimento que privilegia o latifúndio; a repressão do Estado e, por outro lado, a mobilização dos trabalhadores, a partir da consciência de que só a pressão popular pode desencadear processos de mudanças no campo.
DVD – Cor – 58 minutos – 2009

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *