Ricardo e Vicente

[por Marcelo em vadebici.wordpress.com]

Ricardo atropelou propositalmente dezenas de pessoas, ferindo pelo menos 20, pois não gostou de ter de esperar alguns minutos atrás de um grupo de ciclistas que protestava por uma cidade mais humana.

Vicente danificou alguns objetos enquanto lutava por aquilo que acreditava, um mundo mais igual onde uns poucos não lucrem em cima do trabalho de muitos.

Mais de 6000 pessoas assinaram um abaixo assinado condenando a atitude de Ricardo Neis, o atropelamento repercutiu mundialmente, aconteceram homenagens em diversos países em solidariedade com as vítimas de Neis.

Mais de 2400 pessoas assinaram uma petição pedindo a absolvição de Vicente e outros cinco réus, que eram apenas alguns entre milhares de manifestantes que lutavam contra o aumento da tarifa em Porto Alegre.

O crime de Ricardo Neis foi gravado em vídeos de vários ângulos, dezenas de pessoas testemunharam dando o mesmo relato.

As únicas evidências contra Vicente foram o depoimento de um policial militar e fotos onde aparecia segurando uma bandeira.

Vicente participava de uma manifestação popular e não machucou ninguém.

Ricardo atacou uma manifestação popular e pelo menos oito de suas vítimas foram parar no Hospital.

O crime de Ricardo foi cometido em fevereiro de 2011. Acusado de 11 tentativas de homicídio triplamente qualificado, passaram-se quatro anos e ele ainda não foi a julgamento.

O suposto crime de Vicente teria sido cometido em junho de 2013. Um ano e meio depois, ele já foi julgado e condenado a um ano e meio de prisão por “dano ao patrimônio público e crime ambiental”.Ricardo usou um carro como arma, Vicente foi fotografado com um mastro de uma bandeira.

Ricardo é bancário. Vicente é anarquista.

Ricardo tem dinheiro para pagar bons advogados. Vicente não.

Ricardo é branco. Vicente não.

Ricardo está livre. Vicente não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *