“Existir como mulher negra é um ato de protesto diário.”

Alessandra Gama, na #UPMSCultura

Quem sou eu e por que estou aqui.

UPMS – Direitos Culturais e Cultura dos Direitos. Política Cultural e Cultura Política.

De 30 de outubro a 1º de novembro de 2015.
Rio de Janeiro-RJ

Manifesto em Defesa da Vida: http://institutotrocandoideia.nkosi.org/IMG/pdf/Carta_UPMSCultura.pdf

Articulação: Instituto Trocando Ideia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *