Tua dor tem cor? – filme e making of

A informação de que mulheres negras receberiam menos anestesia que mulheres brancas levou o grupo de oficineiros do Ponto de Cultura e Saúde Ventre Livre a escutar mulheres negras sobre o assunto. Num país que carrega na sua cultura a dura herança da escravidão e que vive um processo de racismo estrutural evidente, falar de situações assim é fundamental para o avanço enquanto sociedade, lutando-se para não permitir que a história siga sendo embranquecida e esquecida.

Este documentário foi produzido durante as Oficinas Práticas de Produção Audiovisual e Trilha Sonora (1º ciclo – 2019) do Ponto de Cultura e Saúde Ventre Livre. Acesse o site do Ventre Livre para saber mais!

Making of

Ficha técnica

Equipe de filmagem
Flora De Camillis Fraga
Jomar Correa
Juliano Santos
Leandro Rodrigues
Lorena Sanchez
Maria Inês dos Santos
Miguel Krasner
Gustavo Türck (supervisão)

Produção
Maria Inês dos Santos
Lorena Sanchez

Edição do documentário
Henrique Weiss
Jomar Correa
Maria Inês dos Santos
Têmis Nicolaidis (supervisão)

Edição do Making of
Flora De Camillis Fraga
Mariana Hansen
Billy Valdez (supervisão)

Edição da entrevista na íntegra
André de Jesus
Leandro Rodrigues
Leonardo Klein

Trilha sonora original
Despertar
Katia de Oliveira (letra, caxixi)
Juliano Santos (ilu)
Lorena Sanchez (sopapo, voz)
Miguel Krasner (agogô)
Marcelo Cougo (supervisão e produção musical)
Gustavo Türck (edição e mixagem)

Ilustração
Dr. J. Marion Sims com Anarcha
de Robert Thom
Museu Pearson, Faculdade de Medicina da Universidade
de Southern Illinois

Agradecimentos
Antelina Ott
Gisah Vieira
Marlise Paz
Inajara Ramos
Regina Marques
Terezinha Silva Torres
Matheus Pandolfo
Elaine Oliveira Soares
Maria Letícia de Oliveira Garcia
Fátima Souza

Apoio
Comunidade do Arvoredo

A Sociedade BRasileira de Anestesiologia emitiu nota oficial sobre o assunto, motivada por declarações sobre anestesia em mulheres negras no programa Roda Viva. Para ler a nota acesse: https://www.sbahq.org/nota-de-esclarecimento-da-sba/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *